O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   22 de Janeiro de 2017
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Na fila

Fala-se em sete Estados da Federação na mira da Polícia Federal em investigações da Operação Lava Jato. Elas devem começar assim que o órgão receber o sinal verde do comando maior. Os envolvidos, residentes nesses locais, já podem começar a colocar as barbas de molho porque, dizem, os homens da lei veem com uma sede nunca antes vista. Igual a caminho sem volta, a Lava Jato precisa avançar e chegar a um ponto final, botando os corruptos na cadeia. Doa a quem doer.

Lupa

A Corregedoria da Assembleia Legislativa não viu nada de ilegal na suposta fraude no ponto de servidores de dois parlamentares e arquivou o processo. No entanto, o Ministério Público, por meio de seu procurador-geral, Paulo Cesar Passos, não pensa igual e garantiu que o órgão vai investigar a fundo essa denúncia, pois o caso envolve dinheiro público e isso é tarefa de competência do MPE. Essa garantia foi dada durante entrevista de Passos à TV Morena. Vamos aguardar.

Recado

De tantas asneiras disseminadas nas redes sociais sobre a queda do avião e a consequente morte do ministro do STF e relator da Lava Jato, Teori Zavascki, uma chamou a atenção pelo recado claro e direto aos integrantes do Corte Suprema do país. E ela veio da jornalista Mariana Godoy, apresentadora da Rede TV!. “Meus sentimentos à família do ministro Teori Zavascki. E se o @STF_oficial quiser homenageá-lo, minha sugestão é que homologuem tudo amanhã”.  Mais claro impossível.

Vergonha

Viralizou nas redes sociais a imagem do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva fazendo musculação e uma academia. Tudo, claro, com direito a personal trainer e ao som da letra da música “ Tô voltando”, da cantora Simone. Ao fim da performance, na qual o petista dá até uma risadinha com o anuncio de uma boa pressão arterial, os marqueteiros estampam Lula 2018. Diante disso, um gaiato saiu com essa, também em uma das redes sociais: “vai ver o ratão roubou toda academia depois”.

Resgate

Dois anos depois de reativada, a Vara de Execuções Fiscais do Estado conseguiu recuperar R$ 32,1 milhões aos cofres públicos do governo do Estado da dívida ativa.  Segundo levantamento feito pela PGE (Procuradoria Geral do Estado), foram recuperados aproximadamente R$ 15,6 milhões em 2015, quando reativada, e R$ 16,5 milhões no ano passado. De acordo com o chefe da PGE, o procurador Adalberto Neves de Miranda, o crescimento no volume da dívida ativa recuperada é considerado positivo e a meta é manter este aumento gradual para este ano.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS