O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   28 de Maio de 2020
Publicidade

Apesar dos 13% contaminados, Flamengo planeja retorno na próxima semana

Clube tem três jogadores em quarentena infectados pelo coronavírus, mas acredita reunir condições para retomar os treinos no Ninho do Urubu

07/05/2020 - 09h38

Globo Esporte

Jorge Jesus durante treinamento do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Depois de realizar testes nos jogadores e funcionários do departamento de futebol, o Flamengo divulgou que 38 dos 293 exames deram positivo para o coronavírus - 13% do total. Três desses casos são jogadores do time profissional - que não tiveram os nomes revelados. 


Apesar disso, o desejo do clube é de que os treinos no Ninho do Urubu sejam retomados na próxima semana, sem a presença, claro, dos que agora estão em quarentena.


Apesar dos números e das notícias serem preocupantes, o Flamengo acredita ter todos os protocolos bem estabelecidos para retornar as atividades sem colocar ninguém em risco. O departamento jurídico tenta se cercar de cuidados para que o clube não infrinja regras de isolamento determinadas pelo governo caso opte realmente pela volta ao trabalho.


Na nota em que divulgou os resultados dos exames, na noite de quarta, o Flamengo deixa sua vontade clara.


“Por fim, o Flamengo reafirma que está trabalhando em total sintonia com as autoridades governamentais de forma a, com toda a responsabilidade e segurança, colaborar com o importante retorno às atividades do futebol no menor prazo possível”.


Quarta-feira, o técnico Jorge Jesus se reuniu no Ninho com a comissão técnica e o chefe do departamento médico, Márcio Tannure, para definir o formato e direcionamento dos treinos. Tudo depende do acerto entre clube e autoridades competentes.


O procedimento realizado pelo Flamengo com atletas e funcionários teve três exames para que o resultado fosse o mais preciso possível (dois de sangue e um através da secreção respiratória). Os testes apontaram também que, além dos 38 contaminados, 11 pessoas já tiveram contato com o vírus previamente, sem sintomas, e possuem os anticorpos IGG positivos.


Na última segunda-feira, o clube teve uma notícia que deixou todos arrasados. O massagista Jorginho, que há 40 trabalhava no Flamengo, morreu vítima do coronavírus. Ele tinha 68 anos.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS