O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   25 de Fevereiro de 2020

Corinthians vence, mas leva gol e está fora da Libertadores

Resta ao Corinthians pensar no clássico contra o São Paulo, sábado, às 19h, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

12/02/2020 - 22h48

Gazeta Esportiva 

Boselli comemora o segundo gol do Corinthians (Foto: Marcos Ribolli)

Depois de perder por 1 a 0 no Paraguai, o Corinthians conseguiu o placar de que precisava nesta quarta ainda no primeiro tempo, mas os gols marcados por Luan e Boselli foram em vão devido ao tento sofrido em cobrança de falta de Fernando Fernandéz, na etapa final. 


A busca pelo terceiro e necessário gol foi afetada pela expulsão de Pedrinho ainda com 28 minutos de jogo e o Corinthians, apesar da vitória por 2 a 1, deu adeus à Copa Libertadores da América logo na segunda fase da competição continental, no primeiro confronto da equipe.


Assim, o clube segue sem vencer um mata-mata de Libertadores dentro da Arena e, como em 2015, viu o modesto Guaraní do Paraguai fazer a festa em Itaquera.


Resta ao Corinthians pensar no clássico contra o São Paulo, sábado, às 19h, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.


Primeiro tempo


Tiago Nunes resolveu apostar em Vagner Love e Pedrinho nas vagas de Janderson e Everaldo. Na prática, um time com mais imposição dentro da área. Atrás, os mesmos problemas apresentados desde o início da temporada.


Apesar dos sustos, o gol veio cedo, antes dos 10, graças a canhota de Luan, que contou com a colaboração do goleirão rival.


O problema é que Nestor Pitana estava disposto a distribuir cartões. Foram quatro amarelos em menos de 30 minutos, dois deles para Pedrinho, ambos por pé alto. O camisa 10, que estreava em 2020 pelo Timão, deixou o campo chorando.


Mas, a equipe se saiu bem com um a menos e chegou ao segundo gol com Mauro Boselli, o matador alvinegro, depois de passe de Vagner Love. Aliás, por muito pouco Love não fez o terceiro no último lance do primeiro tempo. O goleiro do Guaraní salvou quase sem querer.


Segundo tempo


O Corinthians voltou para a etapa final sem alterações. A disposição, porém, não foi a mesma. E o Guaraní cresceu. Não demorou, e o que a Fiel temia, aconteceu. Pitana inverteu uma falta em Boselli, os corintianos foram pegos de surpresa e tomaram o contra-ataque. Na entrada da área, o argentino apitou falta de Gil, que não encostou no adversário. Fernando Fernández acertou o ângulo na cobrança e venceu Cássio, que até tocou na bola.


Daí para frente, foi o Corinthians, mesmo com um a menos, tentando de todas as maneiras chegar ao gol, enquanto os paraguaios apostavam no contra-ataque. Tiago Nunes mandou Piton, Gustavo e Janderson para o tudo ou nada.


Aos 40, Romaña acertou Janderson e foi expulso, deixando apenas os minutos finais no 10 contra 10.

Boselli, em duas oportunidades, chegou perto de marcar. Mas, os inúmeros chuveirinhos não fizeram efeito, e o Corinthians deu adeus à Libertadores por causa do gol levado em casa.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS