O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   09 de Dezembro de 2019
Publicidade

Em jogo de um tempo para cada, Santos e São Paulo empatam na Vila Belmiro

Sánchez, de pênalti, coloca o Peixe em vantagem, mas Daniel Alves deixa tudo igual

16/11/2019 - 20h18

Globo Esporte

Carlos Sánchez comemora o gol do Santos (Foto: Globo Esporte)

om um tempo dominado por cada time, Santos e São Paulo empataram por 1 a 1, neste sábado à tarde, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe foi melhor na primeira etapa e abriu vantagem com Carlos Sánchez cobrando um pênalti infantil cometido por Arboleda em Evandro. O Tricolor melhorou na etapa final e chegou à igualdade com sua maior estrela, Daniel Alves.


O Santos perde a chance de dormir na vice-liderança do Brasileirão, mas, pelo menos, garantiu a classificação para a fase prévia da Libertadores . O Peixe tem agora 65 pontos, dois abaixo do Palmeiras. 


A vantagem para o Grêmio, quarto neste momento, é de nove pontos, mas ainda poderá cair no complemento da rodada (os gaúchos enfrentam o Flamengo, domingo, em Porto Alegre). No próximo jogo, os santistas recebem o Cruzeiro, sábado, às 21h, novamente na Vila Belmiro. 


Com o empate na Vila, o São Paulo chegou aos 53 pontos, em quinto, mas pode ver o Grêmio abrir seis de vantagem no domingo. A briga pelo G-4 e, consequentemente, uma vaga direita na fase de grupos da Libertadores ainda tem Internacional e Corinthians (com 49), que se enfrentam, em Itaquera. Na próxima rodada, o Tricolor visita o Ceará, domingo que vem, às 19h, no Castelão.


Primeiro tempo


O Santos nem precisou fazer uma enorme pressão para ficar em vantagem no placar logo aos sete minutos. Após saída errada de Jucilei, Arboleda cometeu um pênalti infantil em Evandro na entrada da área. Sánchez converteu. 


O São Paulo voltou a apresentar os mesmos problemas ofensivos (pouca criatividade, lentidão e muitos erros de passes na frente...) e nada produziu. O Peixe quase ampliou aos 37 em um golaço. Volpi saiu errado do gol e entregou a bola nos pés de Sánchez. O uruguaio bateu por cobertura e por muito pouco não acertou o canto direito. Evandro também teve boa oportunidade para aumentar, aos 42, mas chutou por cima.


Segundo tempo


O São Paulo voltou dos vestiários com Liziero no lugar de Jucilei para dar mais qualidade à saída de bola. O time melhorou, mas a primeira chance foi do Santos, aos sete. Em sobra na área, Volpi salvou com as pernas o chute de Sasha. O empate saiu na sequência, aos nove. Daniel Alves aproveitou cruzamento de Vitor Bueno e soltou a bomba na área. 


Pablo pouco depois teve duas boas chances para marcar, mas não aproveitou. Marinho também desperdiçou do outro lado. Sampaoli tentou melhorar o ataque santista com Tailson na vaga de Evandro, mas não adiantou. Os são-paulinos chegaram a pedir pênalti, aos 36, em chute de Arboleda que carimbou Victor Ferraz – o jogador estava com o braço colado ao corpo. Everson ainda salvou o Santos, aos 42, em cabeceio de Igor Gomes.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS