O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Outubro de 2021
Publicidade

Hernán Crespo deixa o comando do São Paulo

Treinador não resistiu aos resultados e desempenho ruins nos últimos meses de trabalho

13/10/2021 - 17h29

Globo Esporte

Hernán Crespo deixa o São Paulo com o título do Paulistão (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Hernán Crespo não é mais o técnico do São Paulo. Nesta quarta-feira, a diretoria do clube e o treinador encerraram a parceria firmada em fevereiro deste ano. Os resultados ruins recentes e a queda de desempenho no Brasileirão foram determinantes para a saída do argentino.


A comissão técnica argentina, composta por Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), também deixa o clube.


Sob o comando de Crespo, foram 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos.


O anúncio foi feito pelo São Paulo em seu site oficial na tarde desta quarta-feira. O comunicado ainda diz que o "clube abrirá um processo de busca no mercado pelo novo treinador".


Aos 46 anos, Crespo deixa o São Paulo com um título no currículo. No primeiro semestre, o argentino levou o Tricolor ao topo do Paulistão, encerrando um jejum do clube de quase nove anos sem troféus no futebol profissional.


Porém, após o título estadual, Crespo conviveu com problemas físicos dentro do elenco e viu o São Paulo cair vertiginosamente de desempenho, principalmente no Brasileirão.


Na Libertadores e na Copa do Brasil, o argentino conviveu com eliminações pesadas e que também marcaram o trabalho. No torneio sul-americano, uma derrota por 3 a 0 para o rival Palmeiras marcou o fim da participação tricolor nas quartas de final.


Na Copa do Brasil, a eliminação veio depois de uma derrota por 3 a 1 para o Fortaleza, em partida na qual o São Paulo também pouco ameaçou o rival fora de casa. O time caiu na fase quartas de final.


Além das quedas dentro de campo, Crespo conviveu com um ambiente conturbado, especialmente sobre a questão de Daniel Alves. Recolocado na ala direita pelo argentino, o até então camisa 10 do São Paulo acabou rescindindo o contrato após enorme desgaste com a diretoria.


Diante desse clima, o treinador não conseguiu trazer soluções e elevar o nível do São Paulo dentro do Campeonato Brasileiro. De campeão paulista, o Tricolor briga contra a parte baixa da tabela desde o início da competição nacional.


A primeira vitória do São Paulo no Brasileirão veio somente na décima rodada, com um 2 a 0 sobre o Internacional. Em 25 jogos, o time somou 30 pontos e ocupa a 13ª colocação na tabela, cinco pontos acima do Bahia, que tem um jogo a menos na competição.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS