O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   28 de Maio de 2020
Publicidade

Montenegro afirma que Honda abriu mão do salário em razão da pandemia

Alvinegro, que garantiu pagar integralmente até o mês de maio, não aceitou pedido do meia japonês.

11/05/2020 - 07h34

Globo Esporte

Honda abriu mão do salário em razão da pandemia (Foto: André Durão/GloboEsporte.com)

Keisuke Honda, jogador do Botafogo que discute diversos temas relacionados à pandemia do novo coronavírus em seu Twitter, abriu mão do salário do mês de março para ajudar o clube. O pedido do meia japonês foi revelado por Carlos Augusto Montenegro ao Canal do Nicola. Segundo o membro do comitê executivo do futebol, o atleta sugeriu o desconto.


- Ele é um exemplo, tem um comportamento extraordinário. Ficou aqui no Brasil, a família dele está no Japão, e ele tem falado mais com o Ricardo (Rotenberg). Ele comentou: “Estou pensando em não receber o mês de março, sei que o clube está com dificuldade”. Ele que sugeriu. Nem demos conversa, já que estamos pagando normalmente a todos - disse Montenegro.


Ao GloboEsporte.com, Montenegro disse que não haverá redução salarial dos jogadores no mês de maio.

No dia 26 de abril, Honda usou suas redes sociais para se posicionar a respeito da redução dos salários de jogadores.


 O japonês escreveu que "os gerentes devem solicitar imediatamente cortes salariais em ordem decrescente de salário, caso contrário, mais equipes entrarão em colapso e, com isso, os torcedores ficarão tristes".

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS