O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   27 de Janeiro de 2021
Publicidade

Pico da pandemia pode travar retorno às aulas nas escolas estaduais e municipais

Aulas na rede municipal estão previstas para 8 de fevereiro; no estado, retorno deve ocorrer na primeira semana de março

08/01/2021 - 08h42

Campo Grande

Presidente do conselho estadual de educação, Helio Daher (Foto: Divulgação)

As aulas nas redes de ensino estadual e municipal já possuem data de retorno, mas a modalidade de ensino que será adotada segue sem definição. No município, a previsão de retorno das aulas é para o dia 8 de fevereiro. Já na rede estadual, o retorno às aulas está previsto para a primeira semana de março.


Em Campo Grande, a forma de retorno ao ensino está sendo avaliada pela Semed (Secretaria Municipal de Educação), bem como na SED (Secretaria Estadual de Educação). Em ambas frentes de ensino, professores, coordenadores, secretários e núcleos pedagógicos dialogam para definir o retorno.


O presidente do conselho estadual de educação, Helio Daher, diz que uma pergunta norteia as discussões sobre a volta às aulas: “como garantir um ensino equânime, que garanta segurança, e, principalmente, que não coloque os alunos em risco? A prioridade é a saúde de todos!” Daher afirma que a forma ideal de regresso é a 100% presencial. “Isso só vai acontecer depois da vacinação, assim garantindo segurança total aos envolvidos nos sistemas educacionais”.


Neste início de ano, o conselho estadual de ensino trabalha com duas realidades de estudantes. A primeira será composta por alunos dentro do ensino híbrido. Estes alunos vão mesclar entre aulas presenciais e remotas. 


O presidente do conselho explica que a segunda opção é para os responsáveis que forem adotar o ensino remoto aos filhos. “Seja por motivo de saúde ou não exposição. Alguns familiares podem ser do grupo de risco”.


A Semed informou que ainda não sabe qual forma será adotada para o retorno das aulas e garante que os mais de 110 mil alunos (número de estudantes na rede em 2020) terão acesso pleno à educação.

Já em novembro de 2020, a SED lançou um protocolo para a volta às aulas. 


De forma clara, a secretária informou que pretende adotar o ensino híbrido, a fim fundir aulas presenciais com as remotas. A SED ainda informou que espera um posicionamento dos setores relacionados à área da saúde, pois são eles que vão dizer sobre os graus de risco e se o momento é oportuno para um retorno presencial.


Matrículas


As pré-matrículas das Escolas Municipais de Ensino Infantil vão até amanhã (8). Os responsáveis devem ver a designação no site e ir até à escola distribuída para finalizar o processo. Para os alunos do ensino regular, a pré-matrícula vai até o dia 15/01/2020.


Terminou nesta semana o 1º período de pré-matrícula da Sed. Agora, os responsáveis podem acessar o site e ver para qual escola o jovem foi destinado. O passo seguinte, para os estudantes designados, será a efetivação das matrículas entre os dias 11 e 15 de janeiro de 2021. As informações são do G1MS.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS