O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Agosto de 2019

Marquinhos Trad tira R$ 25,6 milhões do governo que está em contingenciamento

A verba virá do Ministério da Saúde, comandado pelo ministro Mandetta

08/06/2019 - 11h31

Campo Grande

Mandetta e o secretário da Saúde durante o encontro em Brasília (Foto: Divulgação )

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), conseguiu arrancar R$ 25,6 milhões do governo federal mesmo após o contingenciamento decretado pelo presidente Jair Bolsonaro. 


O secretário Municipal de Saúde, José Mauro Filho, se reuniu em Brasília com o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandeta em busca de financiamentos para a pasta de Campo Grande e obteve a resposta positiva de investimento de R$ 25,6 milhões na área de informática. 


O encontro aconteceu na quinta-feira (6) e contou com a presença de técnicos e assessores.

Na área de informática o recurso será usado para aquisição de diversos equipamentos para atender todas as unidades da Sesau, enquanto que questão de infraestrutura e sistema está em análise e o parecer deve ser apresentado em breve.


Houve também tratativas para habilitações de serviços já prestados pela Sesau e a parceria com a Fiocruz para contribuição na Rede de Atenção Básica por dois anos.


Para o secretário de saúde José Mauro o resultado do encontro garante melhorias no serviço prestado a população. “Estamos trabalhando com o objetivo de melhorar a saúde da população. A área de tecnologia é muito importante nesse processo, pois necessita de investimentos maciços para atender a demanda existente. Com esse investimento de R$ 25,6 mi teremos um salto tecnológico, possibilitando a telemedicina e outras inovações da área”, ressalta José Mauro.


Para o coordenador Geral de Suporte e Tecnologia da Informação, Hugo Luiz Silva do Valle, “é a primeira vez que um investimento dessa monta é implementada em Campo Grande. Houve outros investimentos no setor, mas não nessa soma de recursos, de melhoria do serviço e atendimento á população a partir da área de informática”.


Além dessas conquistas, o secretário participou de uma reunião com representantes da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) para tratar de aumento de repasses e construção de um bloco cirúrgico para cirurgias principalmente pediátricas ao qual foi autorizado e iniciado a realização de projetos.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS