O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   31 de Outubro de 2020
Publicidade

MS chega aos 43 anos impulsionado por uma grande locomotiva do desenvolvimento

A leitura é do presidente da Assomasul, Pedro Caravina, ao festejar a data histórica, comemorada neste domingo, dia 11 de outubro.

11/10/2020 - 01h31

Campo Grande

O presidente da Assomasul, Pedro Caravina (Foto: Edson Ribeiro)

Mato Grosso do Sul chega aos 43 anos impulsionado por uma grande locomotiva rumo ao desenvolvimento, com a participação decisiva dos 79 municípios do Estado.


A leitura é do presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, ao festejar a data histórica, comemorada neste domingo, dia 11 de outubro.


Caravina avalia que, apesar de jovem, o estado é muito forte e com futuro extremamente promissor, graças, segundo ele, à vocação diversificada de seus municípios, alguns dos quais de grande destaque nacional, quer pelas suas belezas naturais, quer pelas riquezas culturais e produtivas.


“Os municípios são os responsáveis por esse grande celeiro de farturas. Assomasul se orgulha de fazer parte dessa história”, comemora o presidente da entidade que representa os 79 municípios do Estado, destacando, entre outros fatores, que o Estado é um dos maiores produtores de grãos do país e com posição relevante no agronegócio.


Mato Grosso do Sul tem na agropecuária uma de suas maiores forças econômicas do Brasil, conforme levantamento feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no ano passado.

Segundo o estudo do órgão, o estado tem 12 cidades entre os 100 principais municípios agropecuários do país. O ministério baseou seu trabalho na variação do PIB (Produto Interno Bruto) municipal apurado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) entre 2014 e 2016.


DIVISÃO


No dia 11 de outubro de 1977 nascia o novo estado brasileiro criado por meio da Lei Complementar nº 31 assinada pelo então presidente da República Ernesto Geisel.


Conta a história que a divisão de Mato Grosso em dois estados aconteceu devido a um processo demorado em que foram levados em consideração aspectos sócio-econômicos, políticos e culturais.

Enquanto o Sul do estado tentava a divisão, o norte endurecia e barrava as intenções sulistas.


O movimento divisionista no eixo Sul teria se originado por volta de 1889, quando alguns políticos corumbaenses divulgaram um manifesto propondo a transferência da capital de Mato Grosso para Corumbá. Mais tarde, o movimento ganhou força com a regularização das viagens ferroviárias.


Quando da divisão, Mato Grosso tinha 93 municípios e 1.231.549 quilômetros quadrados. A lei que dividiu o Estado deixou Mato Grosso com 38 municípios e Mato Grosso do Sul com 55.


Apesar de ter menos municípios, Mato Grosso ficou com a maior área: 901.420 quilômetros quadrados. Com informações de agências regionais.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS