O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   31 de Outubro de 2020
Publicidade

Recomposição do FPM do mês de setembro será de R$ 1,5 bi

No acumulado do mês de setembro de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior, o FPM apresentou uma queda de 21,51%.

02/10/2020 - 14h01

De Brasília 

Vista aérea da cidade de Campo Grande (Foto: Reprodução )

Os municípios vão receber um total de R$ 1.520.782.211,69 referentes ao recurso correspondente à parcela do mês de setembro de 2020 do Apoio Financeiro que recompõe as perdas do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). 


A CNM (Confederação Nacional de Municípios) reforça que a conquista do movimento municipalista promoverá a distribuição de receitas para amenizar as perdas no FPM até o mês de novembro.


A medida, prevista pela Lei 14.041/2020, prevê a distribuição do valor correspondente à diferença positiva no montante total bruto recebido por cada ente estadual e municipal recebidos a título do FPE ou FPM em setembro de 2019 e setembro de 2020.


Em setembro de 2019 foi repassada aos municípios, referente ao FPM bruto, a importância de R$ 7.065.158.395,95. No mesmo período do ano de 2020, o valor repassado do fundo foi de R$ 5.545.180.733,15. 


Segundo os dados da STN (Secretaria do Tesouro Nacional), no acumulado do mês de setembro de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior, o FPM apresentou uma queda de 21,51%.


A recomposição


A Lei 14.041/2020 foi publicada no dia 19 de agosto, no Diário Oficial da União (DOU), e garante o repasse de até R$ 2,050 bilhões mensais, nos casos em que houver perda em relação aos valores de 2019.


Os Estados também serão contemplados com a medida pelo FPE (Fundo de Participação dos Estados). A recomposição dos Fundos vai garantir o mínimo de segurança orçamentária aos gestores diante da queda na arrecadação com a pandemia da Covid-19.


Vale destacar que sobre o Apoio Financeiro não incide desconto para o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica). 


Além disso, para os municípios não foi considerado no cálculo o valor correspondente à Emenda Constitucional 84 e 9 entes locais não receberão este recurso por terem recebido um valor maior a título do FPM no mês de setembro de 2020 do que em setembro de 2019.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS