O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   18 de Setembro de 2020
Publicidade

Donald Trump anuncia que vai banir TikTok nos Estados Unidos

Autoridades americanas acreditam que o governo chinês utiliza os dados de usuários do TikTok para fins de espionagem

01/08/2020 - 09h28

Reuters

O presidente Donald Trump, dos EUA (Foto: Jim Bourg)

O presidente Donald Trump anunciou que vai assinar neste sábado, 1, uma ordem executiva para banir o aplicativo TikTok dos Estados Unidos.


A proibição seria o ápice das preocupações dos EUA quanto à segurança dos dados pessoais de usuários do TikTok. A ação do presidente americano deve abalar a empresa ByteDance, dona do aplicativo, que se tornou um dos poucos conglomerados globais chineses graças ao sucesso comercial do TikTok.

"Com relação ao TikTok, vamos bani-lo dos Estados Unidos... Vou assinar o documento amanhã", disse Trump a repórteres no Air Force One.


Nesta sexta-feira, 31, a agência de notícias Bloomberg divulgou que Trump pretendia obrigar a ByteDance a vender as operações da rede social nos EUA como uma condição para o aplicativo continuar funcionando no país. Autoridades americanas acreditam que os dados pessoais de usuários do TikTok, que tem 1 bilhão de usuários em todo o mundo, são utilizados pela inteligência chinesa para espionagem. A empresa nega qualquer vínculo com o governo de Pequim.


Segundo a Bloomberg, a Microsoft estaria em negociação para comprar a operação do aplicativo nos EUA. A companhia não comentou o assunto.


Sobre o anúncio de Trump, em resposta à agência de notícias AFP, o TikTok limitou-se a dizer: "confiamos no sucesso a longo prazo do Tik Tok. Centenas de milhares de pessoas vêm ao TikTok para se entreter, incluindo nessa comunidade os nossos criadores e artistas". A plataforma prometeu nesta semana um alto nível de transparência, o que inclui permitir revisões de seus algoritmos, para assegurar aos usuários e reguladores que não é utilizado para outros fins além do entretenimento.


"Não somos políticos, não aceitamos publicidade política e não temos uma agenda política; nosso único objetivo é seguir sendo uma plataforma dinâmica para que todos a desfrutem", disse o CEO do TikTok, Kevin Mayer, em uma publicação nesta semana. "Não somos o inimigo", completou.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS