O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Maio de 2019
Publicidade

Governo cria grupo de trabalho para projeto que define prioridades até 2023

O decreto instituindo o Grupo de Trabalho foi publicado nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial do Estado. 

14/03/2019 - 13h03

Campo Grande

Sede do governo no Parque dos Poderes (Foto: Chico Ribeiro )

O governador Reinaldo Azambuja instituiu um Grupo de Trabalho Multidisciplinar e Interinstitucional para propor normas e procedimentos para elaboração do Plano Plurianual 2020-2023. 


O PPA é um projeto de lei que define as prioridades do Governo de Mato Grosso do Sul para quatro anos.


Composto por oito membros e igual número de suplentes, o Grupo de Trabalho Multidisciplinar e Interinstitucional será encarregado de propor normas, manuais e procedimentos e de coordenar a elaboração, o monitoramento, a avaliação e a revisão do Plano Plurianual.


O Grupo de Trabalho será composto por representantes um representante da Segov (Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica), por intermédio da Superintendência de Gestão Estratégica; quatro da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), por intermédio da Superintendência do Tesouro, Superintendência de Orçamento, Superintendência de Contabilidade-Geral do Estado e Superintendência de Administração Tributária; dois da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), por intermédio do Gabinete e da Superintendência de Gestão da Folha de Pagamento; e um da CGE (Controladoria-Geral do Estado). 


Titulares e suplentes serão indicados pelos dirigentes máximos dos órgãos que representam e designados por ato do governador. 


A coordenação será da Superintendência de Gestão Estratégica, que estabelecerá o calendário de encontros do Grupo de Trabalho, atribuirá responsabilidades e prestará o apoio técnico e administrativo para execução dos trabalhos.


O decreto instituindo o Grupo de Trabalho foi publicado nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial do Estado. 


O documento é assinado pelo governador e pelos secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Felipe Mattos (Fazenda) e Roberto Hashioka (Administração e Desburocratização), além de Carlos Eduardo Girão de Arruda (Controlador-Geral do Estado).

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS