O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   15 de Outubro de 2018
Publicidade

Palmeiras busca primeira vitória com Felipão em caminhada pelo bi da América

O duelo será contra o Cerro Porteño, no Paraguai, às 21h45 (de Brasília)

09/08/2018 - 15h55

Gazeta Esportiva 

Felipão em treino do Palmeiras (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira, o Palmeiras faz sua primeira partida pelas oitavas de final da Copa Libertadores, em duelo contra o Cerro Porteño, no Paraguai, às 21h45 (de Brasília). A partida será a terceira de Luiz Felipe Scolari no comando do clube.


Após dois empates consecutivos sem gols, o Verdão espera balançar as redes pela primeira vez com o pentacampeão mundial dirigindo a equipe pela terceira vez. Ao contrário da Copa do Brasil, o gol como visitante serve como critério de desempate e os palmeirenses tem consciência de sua importância.


“Em jogos de mata-mata, principalmente fora de casa, você precisa tentar fazer gol, isso faz uma grande diferença. Jogando aqui dentro, o Cerro é uma equipe muito forte. Precisamos jogar bem pertinho, bem concentrado por 90 minutos, para levar um grande resultado e jogar mais tranquilo no segundo jogo”, afirmou o zagueiro Edu Dracena.


Melhor campanha da primeira fase da competição, o Alviverde tem como única vantagem decidir o duelo de volta, no dia 30 de agosto, no Allianz Parque. Para chegar ao duelo necessitando apenas de um empate, o Palestra precisa vencer nesta quinta e superar os desfalques de Marcos Rocha, Willian e Thiago Martins.


“Lógico que gostaríamos de contar com todos e o nosso treinador definir a melhor equipe. Mas os que estão aqui também têm competência e qualidade. Para chegarmos aos nossos objetivos, precisamos que todos estejam 100% para as decisões que teremos tanto na Libertadores quanto na Copa do Brasil”, completou Dracena.


No horário do duelo, a previsão indica temperatura mínima de 4ºC, com sensação térmica real de 3ºC. A última parcial informada pelo Cerro Porteño foi de 25 mil ingressos vendidos. A expectativa é de que o Nueva Olla, estádio reinaugurado há um ano, receba um público de aproximadamente 40 mil pessoas, acostumado a fazer pressão para os adversários.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS