O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Outubro de 2021
Publicidade

Pesquisa aponta que MS é o estado que mais esclarece homicídios no País

Levantamento é do Instituto Sou da Paz

13/10/2021 - 12h11

Campo Grande

Levantamento inédito do Instituto Sou da Paz mostra que dos estados brasileiros, Mato Grosso do Sul é o que mais esclarece homicídios, com índice de 89%. O percentual de elucidação de mortes violentas do Estado é mais que o dobro da média nacional, que é de 44% e, se iguala à taxa de resolução dos órgãos de segurança de primeiro mundo.


A pesquisa leva em consideração assassinatos cometidos do Brasil em 2018, ano em que foram registrados mais de 48 mil homicídios dolosos no país, que tenham sido resolvidos com apresentação de denúncia no mesmo ano ou até o fim de 2019.


O governador Reinaldo Azambuja enfatiza que a resposta dada pela Polícia Civil, em número de elucidações, traz ganhos tanto para a polícia como para a sociedade. 


“Nós temos uma das melhores Polícias Civis do Brasil. Índice de 89% de elucidação é mais que o dobro da média nacional e isso mostra o bom trabalho, uma boa equipe, bons treinamentos, qualificação e estrutura que disponibilizamos à nossa Polícia Civil para esclarecer os homicídios”.


Motivo de orgulho, o percentual de elucidação é, segundo o Delegado-Geral da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, resultado de investimentos, integração entre as forças de segurança e formação e capacitação dos policiais.


“Resolver crimes, principalmente aqueles cometidos contra a vida, é uma questão cultural implementada em Mato Grosso do Sul, pois entendemos que o crime contra a vida é o maior que pode existir e que precisamos dar respostas à sociedade e às famílias das vítimas, com mais equipamentos, viaturas, prédios adequados e capacitação, os frutos são os resultados que vemos”, afirma Adriano.


Para o titular da Delegacia Especializada de Homicídios (DEH), delegado Carlos Delano, entre os segredos para o sucesso de uma investigação estão o trabalho de análise de dados e vínculos, e de inteligência, que contribuem sobremaneira para o esclarecimento das mortes violentas. “Existe um esforço da Polícia Civil de priorizar a apuração de crimes contra a vida e esses fatores contribuem para esse excelente resultado”, diz.


Diferencial


Atendimento descentralizado em locais de crimes violentos, existência de Sistema Automatizado de identificação de Impressões Digitais, integrado com os serviços de emissão de carteira de identidade, certidões de antecedentes e identificação criminal, alimentação constante e crescente de perfis genéticos de vestígios e de perfis de condenados por crimes hediondos no Banco de Perfis Genéticos, são diferenciais em Mato Grosso do Sul, segundo a Coordenadora-Geral de Perícias, Glória Suzuki.


“Além disso o Estado está ligado à Rede Nacional Integrada de Bancos de Perfis Genéticos. Em suma, o aumento da resolutividade de crimes com mortes violentas e intencionais é somatório de estratégia de gestão, aliada a especialização das equipes de perícia criminal e da disponibilização de tecnologias de ponta”, acredita.


Investimentos


Conforme o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, o resultado de 89% nos esclarecimentos dos homicídios está diretamente atrelado aos investimentos feitos nas forças de segurança pelo Governo do Estado, especialmente por meio do Programa MS Mais Seguro.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS