O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   17 de Janeiro de 2021
Publicidade

Reinaldo Azambuja elogia ação policial na fronteira contra organização criminosa

Na noite de segunda-feira (11), policiais entraram em confronto com integrantes do PCC, após terem sido recebidos à bala

12/01/2021 - 12h29

Campo Grande

Governador Reinado Azambuja (Foto: Chico Ribeiro)

As ações das forças de segurança de Mato Grosso do Sul contra as organizações criminosas foram elogiadas pelo governador Reinaldo Azambuja.


Na noite de segunda-feira (11), policiais entraram em confronto com integrantes do PCC, após terem sido recebidos à bala, e apreenderam um arsenal com dois fuzis, duas pistolas glock 9mm e dois revólveres calibre 38, além de dois veículos roubados.


“Bandido tem que ser tratado com rigor e tolerância zero. As nossas forças policiais estão de parabéns. Nossos policiais têm agido com coragem e eficiência. Temos mais de 1.500 quilômetros de fronteira e, em várias partes, é possível atravessar a pé. Infelizmente, no confronto de ontem, oito integrantes do PCC morreram. Nosso desejo é que estivessem atrás das grades. Mas nossa prioridade é e sempre vai ser a de proteger o cidadão de bem”, afirmou o governador.


Participaram da ação as polícias Civil e Militar, Garras, DOF, Bope e o Choque. O enfrentamento teve início em uma casa no bairro Julia Cardinal, próximo à UEMS, em Ponta Porã, que funcionava como esconderijo para o armamento. Conforme a Polícia Civil, a organização criminosa está envolvida em dois homicídios recentes na região de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional.


Os indivíduos baleados foram socorridos pelas próprias equipes policiais e levados para o Hospital Regional de Ponta Porã. Os corpos foram encaminhados ao IML para a identificação e realização de exame necroscópico. Até o momento apenas um dos envolvidos foi identificado: Oscar Prieto Davalo (23).


Após o confronto, a segurança foi reforçada com o Grupamento Aéreo e a Polícia Rodoviária Estadual. Para os próximos dois anos (2021-2022), o Governo do Estado planeja investir mais de R$ 200 milhões para estruturar as forças de segurança pública com aquisição de armas, radiocomunicação, compra de viaturas, treinamento e concurso público.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS