O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   21 de Julho de 2018
Publicidade

Sem aliados para fechar chapa de André, MDB desmarca convenção do dia 21

Cúpula do partido aguarda o surgimento de partidos de peso para marcar nova data para o ato de homologação de candidaturas em MS

11/07/2018 - 08h25

Campo Grande

André adia data da convenção do MDB (Foto: Divulgação)

Em dificuldades para fechar a chapa majoritária liderada pelo ex-governador André Puccinelli, o MDB desistiu da convenção marcada para o próximo dia 21, na Associação Nipo Brasileira, em Campo Grande.

A ideia é estender a data da convenção para homologação de candidaturas até que consiga reunir aliados de peso para o fechamento da chapa, em especial o DEM que tem como principal liderança o ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith.


As lideranças emedebistas temem isolamento durante a campanha eleitoral deste ano e, por isso, já desenham um plano B que seria indicar alguém do próprio partido como companheiro de palanque de André Puccinelli.


Dentro do partido comenta-se até a possibilidade de indicar a esposa de um dos deputados estaduais com base fincada no interior do Estado. A ideia, no entanto, só seria colocada em prática no último caso, ou seja, na eventualidade de Murilo optar em apoiar o projeto de reeleição de Reinaldo Azambuja.


OUTRA DATA


A justificativa no partido é que o adiamento da convenção do dia 21 foi reivindicada pela bancada estadual do MDB, que teria sugerido uma data a ser negociada pelo conjunto de partidos que estão formando a coligação.


O expediente com o requerimento teria sido encaminhado ontem a André Puccinelli, presidente da executiva regional.


Os parlamentares consideraram ser mais prático uma data comum, inclusive para efeito de registro das atas e da coligação.  No documento apontam esta e outras razões para o pedido.


Além do prazo maior para a definição das candidaturas, os parlamentares da bancada estadual ponderam vantagens também para o lançamento dos candidatos majoritários num ambiente de fortalecimento e de união.


O pedido foi aceito e imediatamente o ex-governador retomou os contatos com as legendas que devem fazer parte da coligação visando a escolha de uma nova data. A previsão é de que ela seja anunciada já na semana que vem, depois que o MDB concluir a consulta aos partidos.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.92%
Não
63.29%
Não sei
5.80%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS