O 1º site político de MS - Campo Grande, 27 de Março de 2015.
Busca:
A medida judicial atende a pedido feito pelo Ministério Público do Estado
Política
A preocupação dos deputados é com o desembolso mensal do Estado para pagar R$ 6 bilhões a União

Geral
Tentativa ocorreu em Dois Irmãos do Buriti

27/03/2015
Visados
Quem está muito preocupado com as eleições municipais do ano que vem são os vereadores da Capital. Além de a reeleição já ser um processo complicado, agora muito mais depois que o povo nos bairros tem recebido os nobres pares com humor mais azedo do que limão galego. E a cobrança unânime é sobre a distância do discurso que eles proferem na tribuna e a prática de suas ações. Muitos deles, inclusive, vão ter dificuldades para voltar à periferia e pedir voto. Falta de coerência dá nisso aí.    
 
Análise
A primeira batalha sobre a taxa de vistoria do Detran em análise na Assembleia Legislativa foi de vitória para o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Os deputados de sua base aliada na Casa conseguiram adiar a votação, mesmo sob forte pressão da oposição, que queria a todo custo por em votação no Plenário. Ao que tudo indica, vai ficar como já estava, ou seja, a inspeção nos veículos com cinco anos ou mais, além do pagamento da taxa pelos proprietários. Tudo, dizem, pela segurança.  
 
Inédito
O governador Reinaldo Azambuja começa a fincar estrutura governamental na cidade de Dourados e cumpre assim compromisso assumido durante a campanha eleitoral. Denominada de 1ª Governadoria Regional e que terá como função descentralizar as ações do Poder Executivo, essa estrutura vai permitir o desenvolvimento de ações tanto na cidade bem como em todos os municípios em seu entorno. Essa não é a primeira vez que um governante desenvolve ação desse porte no Estado, uma vez que o então governador Marcelo Miranda instalou estrutura semelhante. Pelo menos naquela época, não deu muito certo.   
 
Calo seco
Os integrantes da bancada federal – senadores e deputados federais - estão sendo pressionados pelos movimentos sindicais a brigar por uma série de reivindicações da categoria no Congresso Nacional.  Entre os pontos defendidos são, aliás, bem conhecidos os nobres congressistas, como a redução de jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais e o fim do Fator Previdenciário. 
 
Abacaxi
Somente para refrescar a memória dos nobres representantes do povo, o Fator Previdenciário foi criado pelo governo do PT e é aquele que reduz em até 40% o valor das aposentadorias dos trabalhadores. Para os sindicalistas, o fator promove uma das maiores injustiça que se poderia fazer contra os trabalhadores que dedicam à maior parte de sua vida dando duro e na hora de aposentar, vê seu salário reduzido quase pela metade.
 
Colunistas
 
Conjuntura Online - Um produto da empresa Contato Comunicação e Marketing
Rua Manoel Inácio de Souza nº 963 | Jd. dos Estados | Campo Grande / MS
Copyright © 2015 | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Grupo AGES de Comunicação.
Desenvolvido por
Grupo AGES de Comunicação