O 1º site político de MS - Campo Grande, 30 de Janeiro de 2015.
Busca:
Presidente da Assomasul, Juvenal Neto, aconselha cortes no custeio da máquina
Questão agrária
José Eduardo Cardozo virá ao Estado após o Carnaval para assinar o Pacto pela Segurança na Fronteira

Três Lagoas
Samu ainda tentou reanimar a vítima com oxigênio

30/01/2015
Fio da meada
A onda de corrupção que atingiu a Petrobras e, por consequência, o governo central, abriu precedentes para que as autoridades responsáveis combatam de forma dura e eficiente esse tipo de crime em todo o país. Diante desses fatos e de denúncias mostradas em rede nacional por uma emissora de TV, órgãos fiscalizadores e repressores  prometem uma cruzada contra quem não anda de acordo com a lei. E nessa ação, garantem, vão mandar muitos figurões ver o sol nascer quadrado.
 
Navalha
Um facão bem afiado é a arma que o prefeito Gilmar Olarte (PP) pretende usar nesses próximos dias contra o excesso de gordura verificado na prefeitura da Capital. Isso fez com que o cofre não suportasse o tamanho da retirada mensal e provocasse um inchaço desproporcional na folha de pagamentos. Ciente disso, não restou alternativa senão a de cortar cabeças para não descumprir compromissos e manter a folha dentro de padrões exigidos por lei.
 
Desdém
Passadas as turbulências com a troca de prefeito da Capital e os vereadores resolveram dormir em berço esplêndido. Algumas CPIs (Comissões Parlamentares de Inquéritos) abertas para investigar uma série de denúncias adormecem nos escaninhos da Casa. A pior delas, sobre a ‘máfia do câncer’, foi a primeira a ser engavetada e não se fala mais no assunto. Enquanto isso, população aguarda um posicionamento oficial sobre o assunto.
 
Ninja
Estranho mesmo foi o furto de dois computadores da comunicação da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), cujo ‘BO foi’ registrado um dia após os ‘supostos bandidos’ terem entrado na entidade, num domingo, sem arrombar nenhuma porta do prédio. Levaram duas CPUs, sendo um com monitor integrado e teclado. Há quem acredite até em sabotagem política, até porque, só a sala de imprensa foi visitada pelos “gatunos”.
 
Relâmpago
O Diário Oficial de ontem trouxe a exoneração de Márcio Campos Monteiro do cargo de secretário de Estado de Fazenda, a partir do dia 31 de janeiro.Eleito deputado federal pelo PSDB, ele tomará posse no domingo (1º). Jader Rieffe Julianelli Afonso, que comandava a pasta na gestão de André Puccinelli (PMDB), assumirá o cargo interinamente.
 
Colunistas
 
Conjuntura Online - Um produto da empresa Contato Comunicação e Marketing
Rua Manoel Inácio de Souza nº 963 | Jd. dos Estados | Campo Grande / MS
Copyright © 2015 | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Grupo AGES de Comunicação.
Desenvolvido por
Grupo AGES de Comunicação