O 1º site político de MS - Campo Grande, 31 de Outubro de 2014.
Busca:
Nelsinho Trad, Fábio e Marquinhos sinalizam procurar outro grupo político
Reinaldo Azambuja
Governador eleito fez sua primeira visita a Corumbá e Ladário depois do segundo turno das eleições

Naviraí
Tiros acertaram costas e ombros, além da cabeça

30/10/2014
Goodbye
O racha provocado no PMDB por conta da escolha do candidato ao governo de MS continua fazendo estragos no partido. O coro dos descontentes a cada dia aumenta mais e isso pode provocar até uma debandada geral na legenda. Quem tem pretensão de disputar a prefeitura da Capital em 2016, por exemplo, já fala em abandonar o barco quanto antes. Esse é o caso do deputado estadual Marquinhos Trad, que pode ir se abrigar no Rede Sustentabilidade.
 
Anemia
Após perder a eleição e o rumo, o prefeito cassado da Capital, Alcides Bernal, pode perder também o comando do PP (Partido Progressista) em Mato Grosso do Sul. E não falta gente querendo assumir a direção, entre eles, o prefeito Gilmar Olarte (PP). Sem mandato e já meio desidratado por conta dos inúmeros acontecimentos com sua curta trajetória no Poder Executivo, deverá ser presa de fácil abate. Os próximos dias deverão ser decisivos na resolução dessa pendenga.
 
Luva de pelica
Coincidência ou não, o governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) elegeu dois redutos petistas para iniciar suas andanças para agradecer os votos recebidos – Corumbá e Ladário. E foi logo avisando: “Vamos governar para 100% das pessoas. Ninguém no nosso governo vai discriminar município nenhum, até porque eu já tive uma experiência difícil, eu passei seis dos oito anos como prefeito de Maracaju sofrendo por não ter a mão estendida do governo do Estado”.  
 
Pé de ouvido
Reinaldo já conversou,  inclusive, com os prefeitos de Corumbá, Paulo Duarte (PT), e de Ladário, José Antonio (PT), e colocou o governo do Estado à disposição para parcerias com os municípios. Na área de saúde, o governador eleito assumiu o compromisso de construir o Hospital Regional de Corumbá e a maternidade de Ladário. Pelo jeito, o arrastão tucano começou cedo.    
 
Rejuvenescido
Os últimos acontecimentos em Naviraí motivaram o deputado estadual Onevan de Matos (PSDB) a disputar as eleições municipais daqui a dois anos, confidenciaram fontes palacianas confiáveis. Um dos fatores foi à campanha vitoriosa do tucano Reinaldo Azambuja ao governo do Estado.  Nas eleições municipais de 2012, Onevan perdeu a disputa para o sobrinho Léo Matos (PV). Agora ele pensa em navegar em águas tranqüilas, ou seja, sem nenhuma onda brava pela frente.  
 
Colunistas
 
Conjuntura Online - Um produto da empresa Contato Comunicação e Marketing
Rua Manoel Inácio de Souza nº 963 | Jd. dos Estados | Campo Grande / MS
Copyright © 2014 | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Grupo AGES de Comunicação.
Desenvolvido por
Grupo AGES de Comunicação