O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Abril de 2024
Publicidade

Copom cita “progresso desinflacionário relevante”, mas cautela com o exterior

O BC avaliou que o cenário doméstico tem evoluído como o esperado, com um progresso desinflacionário relevante

06/02/2024 - 12h36

Brasília 

Com Reuters 

Prédio do Banco Central em Brasília (Foto: Adriano Machado/Reuters )

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central avaliou, na ata da sua última reunião, que o cenário doméstico tem evoluído como o esperado pelo BC, com um progresso desinflacionário relevante.


Contudo, o Copom reforça que a incerteza internacional prescreve cautela à política monetária, frisando que ainda há um longo caminho a percorrer no retorno da inflação à meta.


No documento divulgado nesta terça-feira, o Copom reiterou que a desancoragem das expectativas de inflação são um fator de preocupação que requer uma atuação firme da autoridade monetária.


O colegiado destacou que já se observa a transmissão do ciclo de afrouxamento monetário iniciado em agosto do ano passado para o mercado de crédito, com aumento de concessões e redução de taxas, assim como um maior dinamismo no mercado de capitais.


Na última quarta-feira (31), o Copom anunciou a quinta redução consecutiva de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros, que foi a 11,25% ao ano, menor patamar desde março de 2022.


Na ata, o colegiado repetiu que antevê cortes da mesma magnitude nas próximas reuniões.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online