O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Maio de 2022
Publicidade

Secretaria de Saúde distribui vacinas da Pfizer pediátrica

Pasta informa que Coronavac será liberada conforme solicitação dos municípios

26/01/2022 - 11h04

Campo Grande

SES distribui vacinas da Pfizer pediátrica (Foto: Divulgação )

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) realiza nesta quarta-feira (26), a partir das 9h30, a entrega da terceira remessa com 26.500 doses da vacina Pfizer pediátrica para os 79 municípios do Estado. As doses da Pfizer pediátrica chegaram nesta manhã, por volta das 7h35, no Aeroporto Internacional de Campo Grande. As doses foram encaminhadas direto para a CEVE (Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica) da SES.


Quanto as 33.120 doses da vacina Coronavac – que chegaram na terça-feira (25) para uso pediátrico –, a SES esclarece que os imunizantes ficarão armazenados na sede da CEVE, sendo liberados de acordo com a solicitação dos municípios.


A SES lembra que nesta terça-feira (25) repassou aos municípios – 13.620 doses de Coronavac que estavam em estoque na CEVE – para aplicação da primeira dose em crianças a partir de seis anos e adolescentes até 17 anos de idade. A distribuição ocorreu conforme o estoque informado pelos municípios.


O Vacinômetro MS registra 4.418 doses de Coronavac aplicadas em crianças e adolescentes na faixa etária de 6 a 17 anos no Estado. A SES reforça que aplicação da Coronavac não é recomendada para pessoas com alto grau de imunossupressão.


Reunião CIB


A distribuição das doses da Pfizer pediátrica e Coronavac foram aprovadas em Resolução Nº 17/CIB/SES durante reunião da CIB (Comissão Intergestores Bipartite), que reúne os 79 secretários municipais de saúde do Estado e representantes da SES.


A Resolução prevê que os municípios façam suas estratégias de vacinações pediátricas contra a Covid-19, priorizando: crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou com comorbidades; Crianças indígenas e Quilombolas; Crianças que vivam em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19 e Crianças sem comorbidades seguindo a ordem decrescente a partir de 11 anos até 5 anos.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS