O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   01 de Julho de 2022
Publicidade

Capital lança Profuncionário para atender 600 servidores da Educação

Os servidores terão incorporado na remuneração um aumento de aproximadamente 50% – após o término do curso.

09/06/2022 - 06h48

Campo Grande

Prefeita Adriane Lopes durante agenda pública (Foto: Prefeitura )

A Prefeitura  de Campo Grande lançou ontem (8) uma nova edição do Programa Nacional de Formação Inicial em Serviços dos Profuncionário (Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público ), que desta vez vai contemplar 595 servidores. Serão oferecidos cursos profissionais técnicos em alimentação escolar, infraestrutura escolar, multimeios didáticos e secretaria escolar. Os servidores terão incorporado na remuneração um aumento de aproximadamente 50% – após o término do curso.


A retomada do programa foi anunciada pela prefeita Adriane Lopes no mês de maio, e prevê a formação e habilitação técnica dos profissionais da educação efetivos, não docentes, em efetivo exercício que atuam nas escolas da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande.


“A Educação é uma grande parceria neste programa. É de fundamental importância podermos agir para mudar a realidade das pessoas, dar oportunidades. E o Profuncionário atende justamente nesta questão, de poder melhorar a condição do servidor público municipal”, afirmou a prefeita Adriane Lopes.


Os cursos são uma forma de incentivar a contínua formação dos servidores públicos municipais e com olhar atento àqueles que estão nas carreiras que exigem o ensino fundamental e médio. 


“O conhecimento agrega valores a pessoa que está em busca de melhorias profissionais. É possível na carreira do servidor público municipal, ampliar esses conhecimentos e também ter um ganho salarial. Ainda mais a equipe da Educação, que deve sempre continuar em formação, e todos que atuam na escola têm essa oportunidade”, explicou a secretária Municipal de Educação, Alelis Izabel de Oliveira Gomes.


Entre 2017 e 2019, o Profuncionário atendeu 1.427 cursistas, e agora é retomado por ser uma política de formação e valorização profissional que é o foco dessa gestão. Os cursos serão realizados a partir deste mês, pela Semed, por meio da Superintendência de Gestão das Políticas Educacionais (Suped) e da Coordenadoria do Centro de Formação para Educação (Cefor).


O programa é destinado aos funcionários da educação não docentes da Reme, para participação nos cursos técnicos profissionalizantes em apoio escolar de nível médio nas áreas de técnico em alimentação escolar, técnico em infraestrutura escolar, técnico em multimeios escolar e técnico em secretaria escolar. O curso de formação profissional técnico será realizado para servidores administrativos do quadro efetivo da educação que participaram do processo de seleção.


O curso é para os servidores que atuam na limpeza, fazendo a merenda, além do pessoal administrativo das secretarias escolares, monitores de aluno, cujo trabalho é de extrema importância para o dia a dia da escola.


Cada uma das habilitações do Profuncionário é composta por 16 módulos – seis da formação pedagógica e dez da formação específica -, mais a prática profissional supervisionada, totalizando 1.260 horas. O Profuncionário é um curso semipresencial e com a oferta de Formação em Serviço é o diferencial da proposta em relação a outros programas de formação profissional. Os encontros presenciais começam ainda no mês de junho, com aulas aos sábados, no Centro de Formação Lúdio Coelho, na Semed.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS