O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   14 de Agosto de 2022
Publicidade

Waldeli anuncia desistência da disputa por razões pessoais

Durante convenção, MDB apresenta chapa sem candidato ao Senado

05/08/2022 - 21h04

Campo Grande

Waldeli durante convenção do MDB (Foto: Divulgação )

O ex-prefeito de Costa Rica, empresário Waldeli dos Santos Rosa, participou nesta sexta-feira (05), em Campo Grande - MS, da convenção partidária do MDB que oficializou o nome do ex-governador André Puccinelli na disputa do governo do Estado nas eleições de outubro próximo. 


O partido decidiu não apresentar nome para disputa da vaga do Senado, visando possíveis alianças em eventual segundo turno. “Nós vamos liberar o voto, para que o eleitor de André tenha liberdade de tomar sua decisão”, afirmou o ex-governador.


Durante seu discurso, André Puccinelli agradeceu alguns amigos e aliados políticos que estão nessa longa caminhada com ele, e começou falando do ex-prefeito Waldeli que administrou Costa Rica por quadro mandatos.


“Eu quero por último, agradecer alguns individualmente, começando pelo meu amigo Waldeli. Meu amigo ex-prefeito de Costa Rica. Que foi o prefeito que me ultrapassou na aprovação popular, eu como prefeito de Campo Grande tendo chegado a 90% de bom e ótimo, e esse barbicha aqui chegou a 92% de bom e ótimo”, enfatizou André Puccinelli fazendo ênfase a excelente gestão do ex-prefeito de Costa Rica que por várias vezes colocou o município em destaque nacional quando o assunto era gestão pública com responsabilidade e eficiência.   


Há 15 dias, Waldeli havia comunicado o partido da sua decisão de não participar do pleito eleitoral, motivado por razões de ordem pessoal e familiar. Na ocasião, ficou decidido que a estratégia do partido seria anunciada na convenção realizada hoje em Campo Grande e que oficializou o nome de André Puccinelli e Tania Garib como pré-candidata a vice-governadora.


O ex-prefeito revelou que a escolha de uma mulher, visando alguém que tivesse o conhecimento dentro da área social do governo, bem como também pensando no fundo eleitoral, contou com seu total apoio. “O MDB está unido para levar André ao Governo do Estado”.


“Um soldado está sempre à disposição do partido, quando o partido precisar convocar. Estou aí para ajudar de maneira direta ou indireta, para que o MDB volte a administrar Mato Grosso do Sul com a eleição de André”, finalizou Waldeli.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS