O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   10 de Agosto de 2020
Publicidade

Bancada garante R$ 165 milhões de verbas federais para Campo Grande

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) anunciou a liberação dos recursos federais em assinatura de convênios entre a Prefeitura da Capital e a Caixa 

07/07/2020 - 07h58

De Brasília 

Bancada federal durante o ato (Foto: Divulgação)

Integrantes da bancada federal participaram ontem do ato de assinatura de convênio entre a Prefeitura de Campo Grande e a Caixa Econômica Federal, na Esplanada Ferroviária, para liberação de R$ 59.431.565,00 provenientes de emenda impositiva dos deputados federais e senadores de Mato Grosso do Sul. 


Durante o ato, o coordenador da bancada, senador Nelsinho Trad (PSD-MS), antecipou a informação de que a Saúde da Capital deve receber ainda nesta semana os R$ 56,9 milhões para combate ao Covid-19, também por solicitação da bancada federal e, em breve, haverá mais recursos para região do Bairro Vilas Boas. 


“Estamos trabalhando unidos por Campo Grande e já adianto também que a Capital teve o Pró-Cidades aprovado e vai poder fazer a revitalização do corredor gastronômico da Avenida Bom Pastor e a readequação e modernização de fibra ótica da Prefeitura com os R$ 50 milhões que serão liberados. Então, Campo Grande vai receber ao todo R$ 165 milhões da União por empenho dos senadores e deputados de Mato Grosso do Sul”, comentou. 


Após a assinatura do contrato do convênio 900834/2020, entre a Prefeitura de Campo Grande e o Ministério do Desenvolvimento Regional representado pela Caixa Econômica Federal, o município terá R$ 64.179.600,84 para obras, sendo R$ 59,4 de recursos federais e R$ 4,7 de verba do município. 


O secretário de infraestrutura de Campo Grande, Rudi Fiorese, apresentou o projeto, onde serão utilizados os investimentos para implantação de 13 km de vias estruturantes no Fundo de Vale do Córrego Imbirussu. 


“Vamos implantar um novo acesso ao Aeroporto Internacional de Campo Grande e ao Polo Empresarial Oeste. Vamos ligar as saídas para Sidrolândia e Aquidauana, a partir da Avenida Gunter Hans, pela Avenida Panambi Verá e o prolongamento. Também, do Jardim Santa Emília, será prolongada a Avenida General Alberto Carlos Mendonça que vai cruzar a Avenida Wilson Paes de Barros na margens dos bairros Serradinho, Nova Campo Grande e Jardim Carioca até o Córrego Imbirussu”, destacou o secretário.


Para Nelsinho, o projeto para o Vale do Imbirussu demonstra planejamento e visão de futuro para a Capital Sul-mato-grossense. 


“Um dos projetos vislumbrados para Mato Grosso do Sul é a Rota Bioceânica que ficará pronto em 2023, tendo uma rodovia aeroportuária em Campo Grande, isso vai mudar o perfil da Capital e teremos ainda mais avanços, o que faz a gente como cidadão ter a auto-estima elevada de campo-grandense, vê no olhos das pessoas como cidadão o orgulho de viver aqui”, disse.


Com a presença do senador e dos deputados federais Fábio Trad (PSD), Dagoberto Nogueira (PDT) e Vander Loubet (PT), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) agradeceu o empenho da bancada federal por Campo Grande. “Todos eles com o único propósito trabalham para ajudar Campo Grande”, enfatizou o prefeito.​

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS