O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   01 de Dezembro de 2020
Publicidade

Governo atualiza grau de risco dos municípios de acordo com o Prosseguir

35 municípios mantiveram seu grau de risco

22/10/2020 - 14h18

Campo Grande

Governo atualiza grau de risco dos municípios (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado atualizou, após a reunião do Comitê Gestor nesta quarta-feira (21), o grau de risco dos 79 municípios do estado - referentes à 42ª semana epidemiológica do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir),  e encaminhou aos prefeitos os relatórios com recomendações sugeridas até 06 de novembro. 


Com relação à semana anterior (40ª),  35 municípios mantiveram seu grau de risco, 20  municípios melhoraram e 24 municípios pioraram, indicando uma pequena melhora com relação ao último mapa em que 35 cidades regrediram de faixa, porém sem motivos para se relaxar no cumprimento das recomendações, conforme explicou o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.


“Pode soar repetitivo, mas não existe fórmula mágica para se conter a pandemia. A única forma de melhorar a situação é seguir as recomendações sugeridas pelo programa, que inclusive foi muito elogiado pela equipe da Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) na visita da última semana, além de manter os protocolos de biossegurança e isolamento social amplamente disseminados", concluiu. 


De acordo com a avaliação da secretária adjunta de Saúde, Christinne Maymone, é importante que se mantenha a vigília quanto aos protocolos, pois a evolução da pandemia no Estado ainda é preocupante: “Estamos em uma situação moderada com uma leve descendência, porém sem alteração da nossa taxa de letalidade (de 1,9) e com aumento do número de internações”, analisou.


Mapa Situacional


O mapa situacional das quatro macrorregiões de Saúde (Corumbá, Campo Grande, Três Lagoas e Dourados), referente à 42ª Semana Epidemiológica (de 11 a 17/11), apresenta apenas 4 municípios na faixa de risco tolerável (amarela), 43 municípios no grau médio (bandeira laranja) e 32 no grau de risco alto (bandeira vermelha). O Estado permanece sem nenhuma cidade nas faixas de risco baixo (bandeira verde) ou extremo (bandeira cinza). 


Para gerar essa classificação, o programa avalia indicadores municipais relacionados à disponibilidade de leitos de UTI, quantidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), busca por contatos de casos confirmados, redução da mortalidade por Covid-19, disponibilidade de testes, incidência na população indígena, redução de casos entre profissionais da saúde, redução de novos casos, necessidade de expansão de leitos e situação de fronteira com país ou divisa com estado que tenha aumento de casos.  


Os mapas situacionais  atualizados, recomendações para os municípios e a distribuição das atividades econômicas por faixa de risco, estão disponíveis no site www.coronavirus.ms.gov.br (link prosseguir).


Sobre o Prosseguir – Programa do Governo Estadual que classifica os municípios em faixas de cores, de acordo com o grau de risco que cada cidade apresenta (de baixo a extremo), traz recomendações de medidas no âmbito da Saúde Pública, de Serviços Públicos e do Social a fim de nortear agentes da sociedade, principalmente entes públicos, a tomarem suas decisões e tornarem suas ações mais eficientes no combate à propagação e aos impactos da Covid-19.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS