O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   06 de Março de 2021
Publicidade

Salários dos prefeitos nas capitais variam de R$ 17,6 mil a R$ 31 mil

Especialista destaca que a maioria dos municípios tem situação fiscal crítica.

26/01/2021 - 07h11

G1

Apesar da pandemia da Covid-19, os prefeitos de São Paulo e Manaus sancionaram aumentos de até 50%, que valem a partir de 2022. Curitiba, Salvador e Fortaleza também reajustaram os salários nos últimos 12 meses. Já a remuneração dos vereadores subiu em quatro capitais. Especialista destaca que a maioria dos municípios tem situação fiscal 'crítica' ou 'difícil', que o alto gasto com pessoal prejudica ainda mais as contas públicas e que os salários destoam da realidade da população.


Um levantamento feito pelo G1 revela que os salários dos prefeitos das 26 capitais dos país chegam a variar 76% dependendo da cidade. A remuneração bruta dos chefes do Executivo municipal oscila de R$ 17,6 mil (em Rio Branco) a R$ 31 mil (em Belo Horizonte). Já o valor pago aos vereadores pode superar o dobro de acordo com a capital. Isso ocorre, por exemplo, na comparação da menor remuneração – em Vitória (R$ 8,9 mil) – com a maior – em Aracaju, Campo Grande, Rio e São Paulo (R$ 18,9 mil, o teto do cargo).


Os prefeitos e os vereadores tomaram posse no início de janeiro de 2021 e vão exercer um mandato de quatro anos. Durante esse tempo, porém, os salários ainda podem sofrer alterações.


Em São Luís, capital do Maranhão, o salário do prefeito chega a ser 13 vezes o rendimento médio da população que vive na cidade. Em Teresina (PI), os vereadores ganham 10 vezes mais do que a média da população. Os dados são do primeiro trimestre de 2020 da Pnad Contínua, do IBGE. Veja os dados de todas as capitais no fim da reportagem.


Apesar de o salário já estar bastante distante da realidade brasileira, cinco prefeitos de capitais sancionaram aumento ou reajuste de salário nos últimos 12 meses, mesmo com a pandemia da Covid-19.

Em São Paulo e Manaus, o aumento foi de 46,6% e 50%, respectivamente, mas só passa a valer a partir de 2022 – quando isso ocorrer, SP terá o maior salário de prefeito entre as capitais (R$ 35,4 mil). Em Curitiba, Salvador e Fortaleza, o reajuste foi bem menor, mas também incrementou os salários dos prefeitos.



Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS