O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   01 de Dezembro de 2020
Publicidade

Governo está confiante na aprovação da LDO ainda em 2020

Articuladores já tem estratégia para aprovar a base do orçamento e evitar apagão completo do governo em janeiro de 2021 

19/11/2020 - 17h08

R7

Vista do Palácio do Planalto em Brasília (Foto: Divulgação )

Apesar dos trabalhos estarem paralisados na Câmara em função de uma disputa política, os articuladores do governo Bolsonaro já têm uma estratégia, embora não revelem qual, para aprovar ao menos a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) ainda em 2020. A informação é de uma fonte do governo. 


A aprovação da LDO é fundamental para evitar a paralisação completa da gestão. Mesmo que não aprove o Orçamento 2021, o governo precisa ter aprovado no Congresso ao menos a LDO até dezembro. Sem ela, não recebe nem 1/12 do orçamento total por mês, como prevê a Constituição, e não pode, portanto, fazem nenhum pagamento. Nem salário de servidores, nem conta de luz, nada. 


A não aprovação da LDO em pleno novembro é algo inédito, e decorre além da paralisação da Casa nos últimos dois meses, da pandemia do novo coronavírus. Em anos de trabalho normal, a LDO teria de ser aprovada até o recesso do meio do ano, mas nem a CMO (Comissão Mista de Orçamento) foi instalada em função da pandemia. Agora o comando da comissão é alvo de disputa política, e o impasse paralisou a Câmara. 


O orçamento 


Para aprovar o Orçamento há algumas fases. Primeiro é elaborado o PLDO (projeto de lei de diretrizes orçamentárias). Ao ser aprovado no Congresso, ele vira a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Essa lei, como o nome diz, traça as diretrizes do orçamento em acordo com o PPA (Plano Plurianual), que tem os objetivos maiores do governo.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS