O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   01 de Julho de 2022
Publicidade
Últimas Notícias
Willams Araújo
Arrastão
Arrastão

Jair Bolsonaro provocou maior reboliço ao passar por Campo Grande, onde veio para o ato de entrega de 300 apartamentos do programa ‘Casa Verde e Amarela”. A movimentação política foi boa principalmente para aliados, como Eduardo Riedel, pré-candidato do PSDB ao governo de Mato Grosso do Sul. Além da tradicional tapinha nas costas, discursou e participou da famosa “motociata” pela Avenida Afonso Pena. Aliás, por onde o presidente tem  passado, carrega uma verdadeira multidão, incluindo lideranças políticas, apoiadores e fãs.  Para analistas, o cenário destoa totalmente do resultado das pesquisas de intenções de voto, sempre destacado com toda pompa pela imprensa tendenciosa e pela esquerda falida do país. 

Farol baixo

Após ser vereador em Campo Grande, deputado estadual e federal (em ambos por três mandatos consecutivos), Waldemir Moka (MDB) foi destronado do Senado pela desconhecida advogada Soraia Thronicke, eleita pelo PSL, hoje no União Brasil.  Com pés no chão, quer sair do sereno político a que foi imposto pelo eleitor e retornar à Câmara Federal, onde vai testar o espólio deixado nos seus mais de 30 anos de vida pública. Como nome mais forte do partido, é possível que chegue lá.   

Mutação

Os deputados estaduais Felipe Orro e Rinaldo Modesto deixaram o ninho tucano e foram se abrigar em projetos de adversários do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), de quem foram parceiros até a hora nona.  Rinaldo até teve justificativa plausível em sua decisão, que foi a de seguir a caminhada da irmã, a deputada federal Rose Modesto (União Brasil), rumo à disputa pelo governo do Estado. Já Felipe foi meio que sem jeito e discurso, ao PSD, para abraçar Marquinhos Trad. Fatos que mostram a dinâmica da política atual.   

Sangue e suor

À exceção de nomes novos, quase não se ouve falar em candidaturas de ex-prefeitos e ex-deputados - muito comuns antes - nas eleições deste ano. Isso sem generalizar. Certamente, à falta de estrutura tem desmotivado esse pessoal. Isso significa dizer que quem está no mandato tem a grande chance de permanecer. Claro que uma vaga aqui outra ali vai sobrar, e vai ser ocupada por quem vier com bom discurso e estrutura de campanha. 

Melhor prefeito
Melhor prefeito

Em entrevista à FM Capital, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que o governo investiu mais de R$ 46 milhões em moradias em Campo Grande.  O valor, segundo o chefe do Executivo, foi gasto na construção de 5 mil moradias, com contrapartida de R$ 3 milhões da prefeitura e R$ 200 milhões do governo federal. 

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS