O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Fevereiro de 2024
Publicidade

Barbosinha & Pânico & Dourados & 100 Dias

14/04/2023 - 09h28

Manoel Afonso

FESTANÇA: A posse da deputada Gleice Jane (PT) com direito aos ingredientes que a ocasião permitia. O entusiasmo visível; cantorias, lagrimas, emoção, abraços, bandeiras e adesivos. Lideranças tradicionais do PT de Dourados presentes, entre elas o ex-prefeito Laerte Tetila distribuindo cumprimentos no saguão da Assembleia Legislativa. 


DA DEPUTADA:  Sobre a sua postura parlamentar ensejam duas hipóteses – adotaria a ‘Sindrome de Gabriela  (“Eu nasci assim/eu cresci assim/Eu sou mesmo assim/vou ser sempre assim”) ( de Adoniran Barbosa), ou optaria pela ‘Metamorfose Ambulante’ do Raul Seixas (“Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante/Do que ter aquela velha opinião sobre tudo”).


CENÁRIO:  Hoje o Governo do PSDB convive maravilhosamente bem com o partido de Zeca do PT. O partido de Lula não tem do que reclamar após ser prestigiado com cargos na Assembleia Legislativa e comandar importante setor da agricultura familiar. A postura do deputado Zeca em defesa do Governo Riedel traduz bem a nova relação.


RIEDEL X LULA: Nos primeiros 100 dias de governo Eduardo Riedel (PSDB) foi melhor que o presidente Lula (PT). Riedel já tem a marca de técnico, pontual na fala, sem frases de sentido dúbio, com macro visão da realidade econômica social. Não tenta reinventar a roda e evita fazer referências as eleições municipais de 2024.


ENQUANTO  isso Lula ainda com o Governo sem marca. Sofre a concorrência dos outros seus 2 governos. Insiste em temas desgastantes, ataca Bolsonaro e se envolveu em polêmica com o senador Sergio Moro (União Brasil). Sua pauta social tem sido a base de sustentação, mas terá dificuldades nas relações com o Congresso. Sorte dele,  ainda com essa oposição esquartejada.  


FALTOU INFORMAÇÃO:  No MS em 2022 apenas R$7,5 milhões dos Fundos foram doados e o total disponível era de R$144 milhões. Dinheiro que poderia ter ajudado entidades de pessoas vulneráveis previsto na Lei do Imposto de Renda  destinando até 6% do valor devido ao Imposto de Renda ao Fundo Estadual da Pessoa Idosa e ao Fundo Estadual da Criança e do Adolescente. Doar não custa nada.


DETALHES: No caso do próprio contribuinte preencher a sua declaração, bastará pedir ao contador a destinação da doação e entregar até 31 de maio junto com o Darf pago. Essa campanha da Receita Federal chegou também à Assembleia Legislativa com  ampla explicação do auditor fiscal  Clovis R. Cintra Neto à convite da deputada Mara Caseiro (PSDB).


CACIFANDO: Não é de hoje que o senador Nelsinho Trad (PSD) anda abastecendo os municípios com gordas verbas para várias áreas da administração. Nestes 4 anos foi o campeão em liberação de verbas, o que lhe garante força política para tentar a reeleição. Se uma das duas futuras vagas está reservada ao ex-governador Reinaldo Azambuja (PSDB), a outra tem tudo para continuar com Nelsinho.


PÂNICO:  Mandou bem o governador Eduardo Riedel (PSDB) sobre a política de prevenção contra a violência nas escolas. Não quer fomentar um clima de pânico no lugar da razoabilidade. Ouvindo todas as partes envolvidas o Governo terá subsídios para um enfrentamento utilizando inclusive a inteligência policial. É o racional sobrepondo-se ao emocional.


OS 2 LADOS:  No primeiro deles os produtores rurais comemoram a boa safra de soja em nosso estado. No outro, produtores de algumas regiões já manifestam preocupação com as pretensões de João P. Stédile em incitar invasões de terras. O deputado federal Rodolfo Nogueira (PL) da bancada ruralista - se prepara para se contrapor à Stédile. Confronto que promete.


ROSCA SEM FIM: Em 2014 havia 100 mil famílias sem terra. Pode? Hoje temos igual número. Nos Governos FHC foram beneficiadas 540 famílias e no Governos Lula 614 mil. Dilma beneficiou 135 mil famílias e Temer 8 mil. Em nenhum país do mundo tanta terra foi distribuída sem revolução. Mas pergunto: de onde surgiram tantos ‘em terra’?


SOB CONTROLE:  Ao seu estilo o presidente Jerson Domingos vai resgatando a imagem do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul com medidas pertinentes e aplaudidas pela opinião pública.  O Conselheiro Presidente, portador de larga e profícua experiência na vida pública partidária, sabe se conduzir norteado pelos princípios legais e do bom senso.


PRESENTE: Sobre o papel reservado ao titular do cargo de vice governador desde a criação do Mato Grosso do Sul há farto material na mídia. Alguns vices permaneceram invisíveis durante todo o tempo como meros ‘expectadores’.  Não é o caso do atual vice José Carlos Barbosa – prestigiado e com boa visibilidade nos mais diferentes cenários. Não atravessa o sinal, sabe se posicionar.


DOURADOS: Pelo barulho dos sinos, haveria uma tendência (crescente) de apoio do Governo Estadual à tentativa de reeleição do prefeito Alan Guedes (PP). Há sim outros políticos interessados, mas costuras já são admitidas para cooptar apoios e tornar a eleição menos onerosa financeiramente. Resistências existem, mas quando políticos se reúnem tudo é possível.


RESISTÊNCIAS?  O deputado Geraldo Resende (PSDB) sonha há tempos, mas sua hora pode ter passado. O ex-deputado Marçal Filho (PP) carece de um grupo; o vice governador Barbosinha (PP) já cancelou esse projeto. A deputada estadual Lia Nogueira  não pode contrariar o Governo Estadual e focará na reeleição.  PT - não tem nomes com  envergadura. O PL – presidido pelo deputado Rodolfo Nogueira – observa ainda sem decidir. Zé Teixeira (PP) também assiste de camarote.


LEMBRANDO:  “(  )..Corte de gastos” ´é uma expressão totalmente ausente do novo poder, então só resta aumentar a arrecadação. Para tanto é preciso acumular força política, reunir exércitos, pois o adversário, o contribuinte, também tem seus trunfos. Afinal é ele quem comparece à urna de 2 em 2 anos..( )”. (Alon Feuerwerker)


1-LAMENTÁVEL A notícia de que o Brasil é 2º pior país do mundo para dirigir retrata bem as condições de nossas rodovias, o alto custo da manutenção dos veículos, o nível de congestionamento e o índice cruel de mortes em acidentes de trânsito. Só perdemos para a Rússia e atrás de nós estão México, África do Sul e  Irlanda. Não há São Cristóvão que reverta esse quadro.


2-LAMENTÁVEL:  A  Agência Nacional de Transportes Terrestres  não tem planos para duplicar o trecho Campo Grande a Dourados, mas atrás desta notícia há outra pior: a pretensão de aumentar em 138,8% a tarifa do pedágio.  Como afirmou Giuseppe di Lampedusa em ‘O Leopardo’ – “Ele falou, disse e sempre se confirma que tudo deve mudr para que tudo fique como está”.


PILULAS DIGITAIS:


O Governo está encantado consigo mesmo. (Elio Gaspari)

Preciso fazer uma cirurgia de redução de expectativa. (internet)

Como diz o ditado: Mudam-se os caranguejos, mas a lama é a mesma. (internet)

Previdência agora é evangélica: você contribui em vida e recebe o benefício no Reino dos Céus. (Renato Terra)

O cara só é sinceramente ateu quando está muito bem de saúde. (Millôr)

Deus fez o mundo. Mas todas as outras coisas são feitas na China. ( internet)

A palavra que só existe em português e não é traduzível não é saudade – é marmitex. (internet)

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Manoel Afonso
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS