O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   27 de Fevereiro de 2024
Publicidade

Alexandre Padilha diz que governo vai perseguir meta de déficit zero em 2024

O ministro disse ainda que o país já termina o ano de 2023 com um déficit fiscal primário que é menos de um terço do que foi o déficit em 2022

01/12/2023 - 15h41

São Paulo 

Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, em evento da Febraban (Foto: Diego Mendes)

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse nesta sexta-feira (1º) que o governo vai perseguir a meta de déficit zero em 2024.


“Essa trajetória de queda no déficit primário no país, nós vamos continuar perseguindo e vamos perseguir a meta do déficit primário zero no próximo ano”, declarou.


Em almoço anual da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), Padilha destacou que o governo tem um desafio de, até o final do ano, consolidar esse ambiente de ajuste do Orçamento público do país.


“Vamos consolidar nas votações que nós temos até o final do ano deixando claro que este governo vai cumprir, à risca, e vai fortalecer o que está no arcabouço fiscal. O país tem o desafio de consolidar, até o final deste ano, um ambiente de ajuste do Orçamento público”, disse Padilha.


O ministro disse ainda que o país já termina o ano de 2023 com um déficit fiscal primário que é menos de um terço do que foi o déficit em 2022.


Ressaltou também que todo esse cenário contribui para o trabalho que está sendo feito pelo Banco Central, através de reuniões sucessivas que apontam para uma trajetória decrescente de juros no país.


Ainda segundo o ministro, no próximo ano, as expectativas são ainda mais positivas, uma vez que o país sediará a reunião do G20, dentre outros eventos.


“Temos mais de 140 eventos internacionais relacionados às vinte maiores economias do mundo aqui no Brasil. Então, é um ambiente muito positivo para o debate. O Brasil se reposicionou no mundo ao longo desse ano com os esforços, não só do presidente Lula, mas também do Congresso, dos atores econômicos e nas missões internacionais que estão sendo consolidadas”, concluiu. (Com CNN)

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS