O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Abril de 2024
Publicidade

Taxa de desemprego cai para 7,4% em dezembro de 2023, afirma o IBGE

O número ficou abaixo dos 7,7% do terceiro trimestre e dos 7,9% do mesmo período de 2022

31/01/2024 - 11h08

São Paulo 

Com Reuters 

Trabalhador carrega caixas no Ceagesp, em São Paulo (Foto: Amanda Perobelli/Reuters )

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 7,4% nos três meses até dezembro, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira (31). O número ficou abaixo dos 7,7% do terceiro trimestre e dos 7,9% do mesmo período do ano anterior.


A leitura do trimestre divulgada nesta quarta-feira ficou ainda abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters de uma taxa de 7,6%.


Com os dados de dezembro, a taxa média anual de 2023 ficou em 7,8%, o menor patamar de desemprego desde 2014, depois de um resultado melhor que o esperado no quarto trimestre, confirmando a tendência de recuperação do mercado de trabalho após os impactos da pandemia.


O resultado médio do ano, o mais baixo desde 2014, mostra forte desaceleração em relação a 2022, quando a leitura foi de 9,6%, de acordo com dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios).


A menor taxa da série foi registrada em 2014, de 7%, de acordo com o IBGE.


Ano de resiliência


A força que o mercado de trabalho mostrou durante o ano de 2023 tem correlação com a atividade econômica, que mostrou desempenho melhor que o esperado.


Analistas apontam que a taxa de desemprego pode permanecer em patamares baixos, ainda que seja esperada uma desaceleração da economia.


Segundo o IBGE, a tendência de recuperação do mercado de trabalho é confirmada pela queda de 17,6% na população desocupada média de 2022 para 2023, chegando a 8,5 milhões de pessoas.


Já a população ocupada média voltou a bater o recorde da série e chegou a 100,7 milhões de pessoas em 2023, resultado 3,8% acima de 2022.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online