O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   14 de Agosto de 2022
Publicidade

Corinthians aposta na Arena para abrir vantagem contra o Boca

Jogo de ida das oitavas de final da Libertadores acontece nesta terça-feira (28), às 21h30 (de Brasília), em Itaquera

28/06/2022 - 07h44

R7

Atletas do Timão fazem treino com bola no CT (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Vice-líder do Brasileirão e encaminhado para as quartas de final da Copa do Brasil, o Corinthians quer agora construir uma boa vantagem no primeiro jogo das oitavas de final da Libertadores, nesta terça-feira (28), às 21h30 (de Brasília), contra o Boca Juniors (Argentina), na Neo Química Arena. Para isso, aposta no bom retrospecto que tem jogando em casa na temporada.


Dos 19 jogos disputados em Itaquera no ano, o Timão tem 78,9% de aproveitamento, tendo perdido apenas uma vez (2 a 1 para o Santos, em fevereiro), empatado seis e vencido 12, sendo uma delas contra o próprio Boca Juniors, na 1ª fase da Libertadores (26 de abril), pelo placar de 2 a 0, com dois gols do volante Maycon, que será desfalque certo por lesão muscular.


Na conquista de seu único título de Libertadores, em 2012, o clube de Parque São Jorge foi campeão em cima do Boca, com vitória por 2 a 0 no segundo jogo da final, no Pacaembu. Além da ausência de Maycon, quem também é desfalque certo é o volante Cantillo, que cumpre o segundo jogo de suspensão pela expulsão contra os argentinos, no empate de 1 a 1 na Bombonera.


O técnico Vítor Pereira ainda não sabe se poderá contar com Du Queiroz, que saiu com dores musculares do clássico de sábado (25), contra o Santos, e Renato Augusto, que se recupera de um desconforto muscular em uma das panturrilhas. Há indefinição também sobre o aproveitamento de três atletas: zagueiros João Victor (dores no tornozelo direito por uma pancada contra o Santos) e Gil (com lesão no músculo posterior da coxa direita) e o atacante Gustavo Mosquito (tendinite).


Desde a derrota para o Corinthians em Itaquera (2 a 0), no dia 26 de abril, o Boca Juniors realizou cinco partidas como visitante na temporada, tendo vencido quatro vezes e perdido apenas uma. Mesmo tendo se classificado na liderança de seu grupo na Libertadores, os argentinos não ganharam nenhuma das duas partidas contra o clube brasileiro.


Para o duelo desta terça-feira (28), o técnico Sebastián Battaglia terá alguns desfalques. Eduardo Salvio foi vendido para o Pumas, do México, e, ainda que relacionado, não deve começar entre os titulares. O zagueiro Nicolás Figal, que vinha atuando no Campeonato Argentino, teve uma lesão no joelho na última sexta-feira (24) e desfalcará o Boca por pelo menos um mês. Por fim, o lateral Frank Fabra está suspenso pelos três cartões amarelos que levou na fase de grupos.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS