O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   13 de Abril de 2024
Publicidade

Sousa elimina Cruzeiro da Copa do Brasil com gols no fim, com zebra na Paraíba

O time paraibano eliminou o mineiro, maior vencedor do torneio, já na primeira fase

22/02/2024 - 09h30

Belo Horizonte (MG)

Com Itatiaia 

Lance de Sousa 2 x 0 Cruzeiro pela Copa do Brasil (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

A época de zebras da Copa do Brasil começou cedo. O Sousa, da Paraíba, venceu o Cruzeiro por 2 a 0, nesta quarta-feira (21), e eliminou o time mineiro, maior vencedor do torneio, já na primeira fase.


Os dois gols do Sousa, que disputa a Série D, saíram na etapa final, ambos dos pés de Danillo Bala, aos 43 e 49 minutos do segundo tempo, respectivamente.


Vale lembrar que o Cruzeiro, que jogou com o time titular, tinha a vantagem do empate nesta primeira fase da Copa do Brasil, por conta do ranking da CBF.


A partida foi realizada no estádio Marizão, que foi alvo de fortes chuvas ao longo do certame e teve o gramado encharcado. O Sousa agora encara o vencedor do confronto entre Petrolina-PE e Cascavel-PR.


A partida entre pernambucanos e paranaenses está marcada para 28 de fevereiro, às 19h30 (de Brasília), no estádio Paulo Coelho, em Pernambuco.


Campo pesado


Por causa da forte chuva que caiu em Sousa, o gramado do estádio Marizão ficou muito comprometido. Encharcado, o tapete verde atrapalhou as duas equipes, e o nível do futebol praticado ficou muito abaixo da expectativa.


Antes mesmo de a bola rolar, várias partes do estádio estavam alagadas. O caminho de acesso ao gramado estava debaixo d’água, assim como a área do banco de reserva de ambos os clubes.

Cadeira de boteco no banco de reserva


Por causa da enorme poça d’água nos bancos de reserva, foi preciso improvisar um local para que os jogadores reservas e a comissão técnica de ambos os times se acomodassem.


Com isso, bancos de plástico, iguais àqueles usados em botecos, foram colocados nas proximidades da área dos reservas.


Como foi o jogo


O primeiro tempo foi de baixo nível técnico no estádio Marizão, muito por conta da condição ruim do gramado. Os jogadores mostraram dificuldade com o piso encharcado, com muitas poças de água por causa do temporal que caiu na cidade de Sousa antes e durante a partida.


O Cruzeiro teve mais posse de bola e explorou os cruzamentos e cobranças de escanteio. Carregar a bola e dar passes era difícil. O campo encharcado atrapalhou bastante. Porém, ambas as equipes conseguiram levar perigo às metas adversárias.


Aos 22 minutos, Leozinho acertou um chute belíssimo, que bateu no travessão. Rafael Cabral só olhou e nada poderia fazer, já que a bola estava fora do campo de defesa do goleiro.


O Cruzeiro levou perigo também. Bruno Fuso fez um milagre após chute de Arthur Gomes, aos 29 minutos, e tirou de pé o que seria o primeiro gol celeste.


Aos 39 e aos 44 minutos o Sousa teve chances, muito bem defendidas por Rafael Cabral.


O segundo tempo teve nível técnico pior do que o primeiro. Ambos os times tentavam o que podiam, mas o Sousa-PB levou a melhor no fim. Danilo Bala fez dois gols em seis minutos e eliminou o Cruzeiro.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Esporte
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online