O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   27 de Fevereiro de 2024
Publicidade

Fundação de Cultura chega aos 40 anos de muito trabalho e de fomento às artes

O resultado é o desenvolvimento cultural do Estado, do patrimônio cultural e de nossa pluralidade

06/12/2023 - 12h37

Campo Grande 

Fundação de Cultura comemora 40 anos (Foto: Bruno Rezende)

No dia 6 de dezembro de 1983 foi criada a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. Com seu registro publicado no dia seguinte pela Lei nº. 422, no Diário Oficial nº. 1.125 – a Fundação de Cultura possui personalidade jurídica de direito público, autonomia administrativa e financeira com patrimônio próprio e sede em Campo Grande: o Memorial da Cultura e da Cidadania, prédio histórico da Capital que já abrigou diferentes autarquias desde 1975.


As ações de fomento e desenvolvimento das artes, dos costumes, das tradições e do patrimônio sul-mato-grossense são de responsabilidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que orienta as políticas públicas estabelecidas pelo Governo do Estado. Sua missão é planejar, promover, incentivar e executar atividades que aproximem a população das diversas manifestações artístico-culturais sul-mato-grossenses, fomentando o mercado cultural do Estado e democratizando o acesso a todas as expressões artísticas. O resultado é o desenvolvimento cultural do Estado, do patrimônio cultural e de nossa pluralidade.


Para o secretário de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania, Marcelo Miranda, a Fundação é uma conquista dos fazedores de cultura do Estado. “É uma data muito especial, são 40 anos da Fundação de Cultura, com tantas contribuições. Foi uma grande conquista dos fazedores de cultura de Mato Grosso do Sul e é uma honra muito grande fazer parte dessa história, dessa Fundação que tanto contribuiu, estruturando a política cultural de Mato Grosso do Sul, que teve como presidentes Humberto Espíndola, José Octávio Guizzo, professora Maria Glória Sá Rosa, professor Américo Calheiros. Então, é uma honra muito grande e eu quero parabenizar a todos os que presidiram a Fundação de Cultura e principalmente aos servidores que tanto se dedicaram para que a gente pudesse estruturar uma política de cultural que realmente atenda a expectativa da sociedade”.


Em seu dia a dia os servidores estimulam e promovem artesanato, teatro, música, dança, artes visuais, artes cênicas, patrimônio, folclore, literatura, cinema e manifestações e expressões artísticas e tradicionais de Mato Grosso do Sul. Por meio de ações de alcance regional, estadual, nacional e internacional, juntamente com uma política de editais que democratiza sua atuação, a Fundação de Cultura busca a integração e expansão da produção artística e cultural do Estado. Além disso, também estimula e apoia entidades, agentes e grupos culturais no desenvolvimento de projetos, prestando serviços de capacitação e assessoria.


O diretor-presidente da Fundação de Cultura, Eduardo Mendes Pinto, afirmou que é importante olhar para o passado para entender quem somos para fazermos um bom presente. “É um prazer muito grande estar à frente da Fundação de Cultura hoje como diretor-presidente e poder comemorar esses 40 anos. Eu acredito que a cultura é intemporal, pertence a todos os tempos. Precisamos olhar para o passado e entender quem somos para fazer um bom presente e sonhar com um futuro ainda melhor. Estou muito feliz hoje de poder olhar para trás e ver tudo o que já foi feito pela cultura de Mato Grosso do Sul, por todos que passaram aqui, estar no presente nos organizando e pensando naquilo que vamos projetar", finalizou.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS