O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   13 de Abril de 2024
Publicidade

Bonito espera maior público na semana Santa: ocupação hoteleira já é de 95%

No ano passado, a ocupação hoteleira foi de 81% na Semana Santa, celebrada no início do mês de abril

27/03/2024 - 14h54

Bonito (MS)

Por Silvio de Andrade 

O Boia Cross é uma das diversões dos turistas (Foto: Divulgação)

Ainda não fez suas reservas para passar o feriado prolongado da Semana Santa (29 a 31) em Bonito, principal destino de turismo de Mato Grosso do Sul? Ainda há tempo, mas seja rápido: a taxa de ocupação da rede hoteleira já está em 95%, com muita procura por hospedagem e passeios, cujo acesso tem controle de capacidade diária. 


O trade turístico tem uma expectativa de recorde de público em relação aos últimos nove anos, período em que o fluxo turístico na Capital do Ecoturismo passou a ser monitorado pelo OTEB (Observatório de Turismo e Eventos de Bonito). No ano passado, a ocupação hoteleira foi de 81% na Semana Santa, celebrada no início do mês de abril. 


Opções de passeios


O feriado de Páscoa é um dos mais aguardados pelos brasileiros que amam viajar em família ou grupos e Bonito está entre os destinos de natureza e aventura mais procurados, segundo as plataformas digitais. Integrando a Rota Bonito Serra da Bodoquena, oferece diversas opções de passeios e atividades para todos os gostos e todas as idades.


São mais de 40 atrativos, entre balneários, cachoeiras, flutuações, mergulhos, grutas, trilhas, cavalgadas, bike (locação em algumas agências de turismo), contemplação, tirolesa e espaços urbanos. O visitante tem ainda a opção de conhecer passeios nas cidades vizinhas (Jardim e Bodoquena) que integram a rota, distantes 70 km de Bonito.


O período e 29 a 31 e março é considerado alta temporada na Capital do Ecoturismo. Todas as reservas são feitas pelas agências de turismo credenciadas (veja a relação no site www.turismo.bonito.ms.gov.br).

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online