O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   02 de Março de 2021
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Calamidade

A situação de calamidade pública em função da pandemia da Covid-19 foi prorrogada em mais três cidades sul-mato-grossenses - Rio Brilhante, Ivinhema e Naviraí. Com a publicação da medida, a situação de calamidade segue até o dia 30 de junho de 2021. Desta forma, os gestores municipais continuam autorizados a abrir crédito extraordinário, movimentar dotações por meio de transposição, remanejamento, transferência e utilizar a reserva de contingência.

Grampo
Grampo

Mensagens de Telegram entre procuradores integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba (PR), revelam a comemoração da derrota do ex-senador sul-mato-grossense Delcidio do Amaral e outros candidatos como a ex-presidente Dilma Rousseff, também derrotada ao Senado por Minas em 2018. Segundo informações divulgadas pelo jornal CNN, a conversa aconteceu no 7 de outubro de 2018, data do primeiro turno da eleição de 2018, em um grupo chamado “Filhos de Januário”. 

Prato indigesto

O então coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, diz às 18h57. “Requião e Beto fora. Tamo comemorando aqui. Comedido kkkk. Acho q pra fora temos q ser mto cuidadosos. Mas a gente tem que fazer uma janta de comemoração”, disse sobre a derrota de Roberto Requião (MDB) e Beto Richa (PSDB) para o Senado.

Lista negra

Mais de uma hora depois, às 19h59, ele fala: “Vamos relacionar as notícias boas. 1. Beto Richa fora 2. Requião fora 3. Delcidio fora 4. Filhos de Cabral e Cunha fora 5. Witzel indo pro 2º no RJ 6. Lindbergh fora 7. Dilma fora 8. Pimentel fora 9. Graziotin fora”. A mensagem faz referência a diversos políticos: Delcidio Amaral, rompido com o PT e candidato ao Senado naquele ano pelo PTC; aos filhos do ex-governador do Rio, Sergio Cabral, preso pela operação Lava Jato; ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, também preso, cuja filha foi derrotada na disputa para deputada federal.

Foguetório

Os demais citados são o ex-senador petista Lindbergh Faria; a ex-presidente Dilma Rousseff, candidata derrotada ao Senado por Minas naquele ano; Fernando Pimentel, candidato derrotado ao governo de Minas; e Vanessa Grazziotin, candidata derrotada à reeleição ao Senado pelo PCdoB. Deltan também comemora a alta renovação no Senado. “Se a boca de urna se confirmar, podemos estar diante de uma grande vitória do combate à corrupção no senado”. Paulo, porém, o alerta: “Delta comemore mas com pudor p não parecer q está comemorando Bolsonaro”.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS