O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   19 de Setembro de 2020
Publicidade
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Extintores

Nelsinho Trad (PSD-MS) será o relator da comissão especial externa que vai acompanhar as ações de enfrentamento aos incêndios na região do Pantanal. Indicado na sessão remota desta quarta, o senador sul-mato-grossense terá como companheiras no colegiado, presidido por Wellington Fagundes (PL-MT), as senadoras Simone Tebet (MDB-MS) e Soraya Thronicke (PSL-MS).

Tempo precioso
Tempo precioso

Nelsinho, aliás, tem pressa. Ele disse esperar que a comissão consiga colaborar para o enfrentamento da tragédia que atinge o Pantanal. Afirmou que o colegiado vai trabalhar para indicar ações preventivas para que não se repita, ano a ano, a situação crítica atual. Segundo ele, a Câmara dos Deputados também vai instalar uma comissão para acompanhar o enfrentamento dos incêndios nessa região. “Unir forças para conseguir soluções é extremamente louvável. Precisamos de ações práticas e imediatas para que este momento seja superado”, declarou o relator.

Patrimônio

Bolsonarista de quatro costados, cujo patrão tem recebido críticas pesadas da imprensa que faz oposição ao governo – leia-se Rede Globo --, a senadora Soraya Thronicke ressaltou que, além das questões ambientais, os incêndios trazem prejuízo econômico para os estados da região e para o país. Ela lembrou que o Pantanal já foi declarado Patrimônio Natural Mundial pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). 

Lamentações

A emedebista Simone Tebet afirmou que é uma honra participar da comissão — e lamentou o fato de os incêndios descontrolados já terem comprometido de 20% a 25% da área do Pantanal. “De uma coisa eu tenho certeza: esta comissão vai entregar para o país uma saída, seja uma legislação ou outra solução, para que no ano que vem nós possamos estar comemorando a vida que pulsa no Pantanal”, declarou Simone.

Estrago

A seca no Pantanal é considerada a mais intensa dos últimos 60 anos. A estiagem grave afeta o ciclo das águas na região e favorece a ocorrência de incêndios. Autoridades estimam que a área destruída pelas chamas já esteja próxima a três milhões de hectares (cada hectare corresponde aproximadamente às medidas de um campo de futebol oficial). Conforme um relatório divulgado Inpe, os incêndios na área do Pantanal aumentaram 210% neste ano na comparação com o mesmo período de 2019.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS