O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   20 de Outubro de 2021
Publicidade
Últimas Notícias
Willams Araújo
3ª Via

Desde que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se tornou elegível e passou a "polarizar" a disputa com o presidente Jair Bolsonaro, o termo “terceira via” se popularizou para denominar o candidato que represente uma alternativa a esses dois lados. Nesse contexto, partidos e aspirantes à cadeira presidencial se movimentam para ganhar força e se estabelecerem como essa opção, em uma disputa com ares de prévias.

Cenário

De acordo com cientistas políticos e historiadores, no entanto, o cenário pré-2022 apresenta uma versão “repaginada” desse conceito, distante de sua origem. Mesmo assim, na opinião dos analistas, essa disputa é fundamental para a definição do cenário político a partir do ano que vem e tem potencial de fortalecer aqueles que saírem do pleito com bons resultados, ainda que derrotados na disputa pelos votos.

Polarização
Polarização

Desde 1994, o resultado do primeiro turno das eleições nunca registrou um terceiro colocado que tenha ameaçado ir ao segundo turno. O melhor desempenho foi de Marina Silva (então no PSB), em 2014, com 21% dos votos – distantes dos 41% de Dilma Rousseff (PT) e dos 33% de Aécio Neves (PSDB). Até aquela eleição, o cenário foi sempre o mesmo: PT e PSDB protagonizando a disputa entre seus candidatos. Em 2018, Bolsonaro assumiu o papel de antagonista dos petistas, mas a polarização entre dois nomes permaneceu a mesma.

Registro 1

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) alterou a Resolução nº 23.571/2018, que estabelece regras para a criação, organização, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos. A mudança pode barrar o registro de 67 legendas que não conseguiram apoio popular mínimo, além de padronizar o procedimento para novos pedidos. A partir de agora, a Secretaria Judiciária do tribunal deverá abrir um procedimento administrativo para verificar a situação de partidos registrados há 2 anos ou mais, que possuam pendências junto ao TSE, como a falta do número mínimo de assinaturas para a confirmação do registro.

Registro 2

Caso o tribunal considere a criação do partido juridicamente inviável, poderá suspender o processo e bloquear o acesso da legenda ao SAPF (Sistema de Apoiamento a Partidos em Formação). Um novo pedido para a criação do mesmo partido poderá ser protocolado, mas as assinaturas coletadas anteriormente não poderão ser reutilizadas.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS