O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   27 de Maio de 2019
Publicidade
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Ordem unida

Ao menos 156 cidades em 26 estados e no Distrito Federal tiveram protestos entre a manhã e a tarde de domingo (26) em defesa do presidente Jair Bolsonaro e de medidas do governo, como a reforma da Previdência e o pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro. Grupos de manifestantes saíram em passeatas e carreatas levando bandeiras do Brasil e faixas com frases de apoio a propostas apresentadas pelo governo.

Ponto alto

Os protestos também apoiavam a reforma ministerial do governo Bolsonaro, com redução de 29 para 22 no número de ministérios. Houve, ainda, grupo de manifestantes no Rio de Janeiro que pedia o fechamento do Congresso Nacional, o que é ilegal, inconstitucional e contra a democracia.

Respeito às leis
Respeito às leis

Ao participar de culto no Rio de Janeiro ainda durante a manhã de domingo, o presidente Jair Bolsonaro disse que as manifestações pró-governo são um "recado" aos que "teimam com velhas práticas" e, segundo afirmou, não permitem que o "povo se liberte". Disse que a manifestação era "espontânea", tinha pauta definida e respeitou leis e instituições.

Posição
Posição

Nelsinho Trad (PSD-MS) se reuniu há dias com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, à quem apresentou relatórios com informações sobre o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) que o fizeram votar pela recondução do conselho ao Ministério da Economia. “Moro me disse que houve aumento de 20% das atividades do Coaf na Justiça, estou aguardando os números que ele ficou de me apresentar na segunda-feira”, afirmou o senador. 

Mutação

Na terça-feira (28), o Senado deve discutir a questão do Coaf em plenário. Nelsinho Trad garante que vem votando com base em estudos e, caso o relatório o convença de que o melhor é o Coaf na Justiça, ele vai alterar o seu voto. “Estudei o projeto e vi que existe comunicação entre os ministérios e então pensei em não mexer em algo que está dando certo. Mas, se for melhor para o País, eu não tenho problema em voltar atrás”, disse.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS