O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   16 de Fevereiro de 2019
Publicidade
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Espanto

As repentinas e surpreendentes operações da Polícia Federal têm deixado a classe política em polvorosa em todo país, mesmo envolvendo pessoas de bem, isso porque nunca se sabe quando os homens da lei podem bater a sua porta. O problema é o estrago, o desgaste que esse tipo de ação deixa ao expor na mídia agentes públicos comprometidos com a seriedade, já que muitas vezes eles não têm nada a ver com atos de corrupção. 

Na espreita
Na espreita

O deputado estadual Londres Machado (PSD) tem sido o centro das atenções nas rodinhas políticas da Assembleia Legislativa. O experiente político é procurado principalmente pelos novatos para dicas e conselhos. O cardeal hoje está na planície, como ele mesmo costuma dizer por atuar mais no plenário em vez da Mesa Diretora, onde sentou por vários mandatos na condição de presidente e primeiro-secretário. Mas, é bom que se frise, ele apenas está recomeçando o mandato. 

Novo mote
Novo mote

Em seu primeiro pronunciamento em Plenário, na quinta-feira (14), a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) se disse honrada por ter sido escolhida presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e afirmou que dedicará seu mandato à luta pela valorização do agronegócio. 

Braços dados

A senadora sul-mato-grossense expôs sua ideia de um novo mote para o agronegócio: a interação com o meio ambiente. “Eu quero andar de braços abertos com o presidente da Comissão de Meio Ambiente, porque nós, de uma vez por todas, iremos nos unir e mostrar que meio ambiente e agronegócio caminham juntos, unidos e que todos os produtores rurais têm o maior interesse, são os maiores preservadores do meio ambiente”, disse.

Corrupção

Soraya disse que a corrupção instalada no Brasil debilitou o crescimento da produção agrícola e da pecuária, além de ocasionar um expressivo aumento do custo da produção, mas que a adversidade é uma oportunidade “para encontrar a luz”. “E eu me dedicarei durante todo o meu mandato a lutar pela nossa jóia, promovendo o agronegócio, entregando o que a sociedade tanto almeja, que é um Brasil justo e honesto”, afirmou.

Farra da energia

O diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro, tem até o dia 25 de fevereiro para encaminhar à Assembleia Legislativa todos os documentos fiscais dos valores das compras de energia feitas pela companhia no período de janeiro de 2018 a mesmo mês de 2019. É que na reunião de terça, os diretores da empresa informaram que precisou comprar energia extra em decorrência do maior consumo provocado pelas altas temperaturas. Nesse tempo, o consumidor continua tendo de pagar contas com aumentos abusivos feitos pela concessionária. 

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS