O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   21 de Setembro de 2019
Publicidade

Economia de Mato Grosso do Sul emite novos sinais de recuperação

MS apresenta, em julho, melhor resultado na abertura de empresas desde 2013

16/08/2019 - 07h48

Campo Grande

Vista do prédio da Jucems em Campo Grande (Foto: Divulgação)

A economia de Mato Grosso do Sul emite novos sinais de recuperação. Relatório da Jucems (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul) mostra que o mês de julho apresentou o melhor resultado mensal de abertura de empresas desde 2013, com 757 novos processos. 


Na soma de janeiro e julho de 2019 foram registradas 4.196 novas empresas em todo o Estado, número só inferior ao ocorrido no mesmo período de 2013, ano em que a economia nacional viveu o melhor desempenho antes de entrar em crise.


As medidas de saneamento financeiro adotadas pelo Governo do Estado, aliadas a uma arrojada ofensiva para atração de investimentos, são apontadas pelo secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, como fatores decisivos para proteger Mato Grosso do Sul da crise nacional e conseguir melhora em muitos aspectos na economia.


“O governador Reinaldo Azambuja adiantou-se na adoção de medidas para corrigir as finanças do Estado, o que só agora o governo federal está fazendo com a Reforma da Previdência, com a MP 881. Além disso, temos um ambiente propício para os empresários interessados em investir. A política de incentivos, a localização estratégica, a logística favorável, nossa vocação para o agronegócio que continua em alta no mundo todo, temos todas essas condicionantes e o resultado vem na abertura de empresas, em postos de trabalho e no crescimento do PIB”, disse Verruck.


Jucems Digital


A modernização dos serviços da Jucems Digital é um fator importante e que favorece a economia do Estado nesse momento, destaca o presidente da Junta, Augusto Cesar Ferreira de Castro. 


“A digitalização agiliza os processos e contribui para o saldo positivo na abertura de empresas, tanto que tivemos 261 empresas abertas de forma automática de 8 a 31 de julho, quando o serviço passou a ser oferecido”.


A Jucems Digital está em atividade desde novembro do ano passado e permite que serviços como constituições, alterações, extinções e arquivamento de outros documentos de interesse do empresário – além de emissão de certidões – possam ser feitos de forma remota, pela Internet, a qualquer horário do dia. 


O sistema trouxe agilidade e simplicidade ao processo de abertura de empresas, um antigo gargalo que afetava o setor empresarial e que foi resolvido.


Setores


Na distribuição entre os setores da economia, a maioria das empresas abertas em julho (463) é prestadora de serviços, 258 são do ramo comercial e 36 indústrias. Na geografia, Campo Grande lidera a atração de novos empreendimentos com 339, seguida de Dourados com 77, Três Lagoas com 30 e Ponta Porã, 25.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS