O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   15 de Novembro de 2019
Publicidade

Mato Grosso do Sul acumula 5,4 mil novas empresas no ano, diz Junta Comercial

Em Campo Grande o número de empresas abertas no mês de setembro foi de 286.

05/10/2019 - 09h01

Campo Grande

MS acumula 5,4 mil novas empresas no ano (Foto: Divulgação)

A Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) comemora o saldo de 5.462 novas empresas abertas no ano, melhor resultado desde 2014 (quando o país mergulhou numa longa crise econômica que ainda deixa sequelas em vários setores). Todos os indicadores apontam para uma recuperação sólida da economia sul-mato-grossense: em setembro foram abertas 604 novas empresas, melhor número desde 2015; e em relação a setembro do ano passado (489) o total foi 23,51% superior.


Em Campo Grande o número de empresas abertas no mês de setembro foi de 286, sendo o melhor desempenho proporcional do exercício. A Capital respondeu por 47,35% das empresas constituídas em Mato Grosso do Sul no mês passado, índice acima da média que sempre foi de 42,68%. 


Outro município que tem apresentado bom desempenho é Dourados (71 novas empresas), superando de longe Três Lagoas (34) no número de abertura de empresas. Em seguida vem Ponta Porã (25) e Maracaju (13).


O setor de Serviços continua liderando com 378 novas empresas em setembro, seguido do Comércio (205) e em terceiro vem a Indústria (21). Quando analisados os subsetores pela classificação do CNAE (Cadastro Nacional de Atividade Comercial), empresas de transporte rodoviário de cargas lideram com 30 novos registros, em seguida vem restaurantes e similares (20), construção de edifícios (19), comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios; lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares; e serviços de engenharia em terceiro, com 14 registros cada.


O presidente da Junta, Augusto Cesar Ferreira de Castro, lembra que em novembro próximo completa-se um ano da implantação da Jucems Digital, que simplificou e trouxe agilidade nos procedimentos de abertura ou alterações cadastrais de empresas. 


“Por meio da Jucems Digital o empresário pode constituir novas empresas, fazer alterações, extinção e arquivamento de documentos tudo de forma remota, pela Internet, diretamente de seu escritório no interior do Estado”, salienta.


Para o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), a qual a Jucems é vinculada, o número crescente de abertura de novas empresas reforça a sensação de melhora na economia que já se reflete em outros setores. 


“Em agosto tivemos a geração de 1.152 novos postos de trabalho no Estado, e a indústria foi o destaque com 582 empregos. De janeiro a agosto já foram 17.145, mais que o dobro do total do ano passado”, ponderou.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
30.77%
Não
63.46%
Não sei
5.77%
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS