O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   18 de Janeiro de 2020

Audiência discute impasse na concessão de ônibus em Campo Grande

Reunião no TCE-MS tenta uma reconciliação na próxima segunda (20).

15/01/2020 - 07h58

Campo Grande

Vista da sede do Tribunal de Contas do Estado na capital (Foto: Marycleide Vasques/TCE-MS)

O TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) promove na próxima segunda-feira (20), às 8h30 uma audiência de conciliação para discutir as irregularidades encontradas no contrato de concessão do transporte coletivo urbano de Campo Grande e que levaram o órgão a determinar no dia 7 de janeiro a suspensão do reajuste da tarifa de R$ 3,95 para R$ 4,10.


Com a decisão do TCE/MS, no dia 9 de janeiro a tarifa voltou ao preço anterior, R$ 3,95 e no dia seguinte (10), a própria prefeitura suspendeu o decreto que havia aumentado o valor da passagem do transporte coletivo na cidade.


O TCE determinou a volta do preço anteriormente praticado devido a irregularidades encontradas no contrato em inspeção relacionada pelo órgão , nos itens relacionados ao reajuste tarifa.


Segundo o relatório,o preço não poderia sofrer aumento porque o consórcio responsável pelo transporte público operou com frota velha; reduziu investimentos; não comprovou gastos em seguros, não construiu novos terminais e nem faixas exclusivas para ônibus.


Para a audiência de conciliação foram convocados a prefeitura de Campo Grande, a Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços), a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), o Consórcio Guaicurus, a Câmara Municipal e o Ministério Público de Contas.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS