O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   30 de Março de 2020
Publicidade

Governador anuncia exame domiciliar a pessoas com sintomas de coronavírus

Anuncio foi feito no MS-1 da TV Morena nesta segunda-feira .

23/03/2020 - 12h02

G1

Reinaldo durante entrevista à TV Morena (Foto: TV Morena)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (23), no MS-1 da TV Morena uma série de novas medidas para enfrentamento a pandemia do coronavírus.


Uma das principais foi que o Corpo de Bombeiros vai lançar um serviço especial de atendimento, através do 193 e 190, que possibilitará que um grupo de 12 militares em Campo Grande, façam uma triagem e, se necessário, exames domiciliares de pessoas que têm sintomas graves da doença e não conseguem se deslocar até o local do atendimento, em especial os idosos.


Além disso, Azambuja disse que nos próximos três meses o governo do estado vai suspender a cobrança das contas de água dos consumidores que são beneficiados com a tarifa social nos 68 municípios atendidos pela Sanesul. Em relação aos que não são beneficiados, ele disse que haverá a negociação caso a caso.


Em relação ao abastecimento de energia elétrica, o governador disse que já está aguardando a publicação pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira de uma resolução que vai nortear a questão da tarifa do serviço neste período. Conforme ele, ainda nesta segunda haverá uma videoconferência com representantes do governo federal para discutir o assunto.


Outra medida é a implantação do controle sanitário, nas 13 saídas do estado a partir desta segunda-feira. O controle sanitário estaremos determinando a partir de hoje em todas as entradas de Mato Grosso do Sul, com Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Paraná.


Além das novas medidas o governador lembrou que já foram implantadas uma série de outras ações:

Implementação do COE (Centro de Operações de Emergência do coronavírus) no final de janeiro;

Suspensão de férias dos profissionais da saúde e bombeiros;


Proibição de eventos públicos;


Definição com reitores de interrupção das aulas nas universidades;


Suspensão das aulas presenciais na rede estadual de ensino;


Compra emergencial de cinco mil kits de testes para o covid-19 – governo federal já esta mandando 480;

Implantação de 207 novos leitos em todo o estado, além dos 515 existentes;


Regulamentação do home office/tele-trabalho;


Fechamento dos parques estaduais e centros esportivos;


Suspensão das visitas aos presídios;


Apoio e trabalho conjunto com as forças federais, para o fechamento das fronteiras;


Decreto de emergência na Saúde;


Encaminhamento à Assembleia Legislativa, de decreto legislativo para implantar estado de calamidade pública;


70.000 doses de vacinas contra gripe e na próxima semana aguardar-se outro envio.


Além das novas medidas e das ações já implementadas, o governador disse que uma série de outras iniciativas está em andamento como:


Ampliação da infraestrutura de atendimento no Hospital Regional;


Transferência de pacientes para outros hospitais da rede, de forma a disponibilizar mais 150 leitos;

Instalação de centro de triagem para definir procedimentos;


Quem testa positivo, mas está ou assintomático ou com sintomas leves, isolamento em casa e monitoramento por parte da secretaria estadual de saúde


Quem testa positivo e já tem sintomas graves – internação na rede hospitalar;


Novas estruturas já estão sendo preparadas para atendimento: o centro de convenções Albano Franco e o Estádio Pedro Pedrossian (Morenão); No entanto, o governo depende de equipamentos (do governo federal) para montar;

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS