O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   04 de Junho de 2020
Publicidade

Idosos de Caarapó serão vacinados contra gripe em casa

Campanha começa nesta terça (24) e tem como público-alvo idosos e profissionais de saúde

24/03/2020 - 09h16

Campo Grande

Idosos serão vacinados em casa (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Caarapó informou na manhã de hoje (23) que, atendendo orientação do Ministério da Saúde, a vacinação da influenza (gripe) será realizada em domicilio. A recomendação é decorrente da pandemia do coronavírus que atinge o Brasil e o mundo.


A partir desta (24), todos os dias, no período da manhã, cada unidade de saúde terá uma equipe de vacinação que atenderá nas microáreas da cidade. Nesta primeira etapa serão vacinadas somente as pessoas idosas - maiores de 60 anos - e profissionais de saúde.


“Em razão da oferta da vacina em domicílio, é de extrema importância que as pessoas fiquem em suas casas e não vão às unidades de saúde em busca da vacina; aguardem, que a vacina vai até você”, orienta o chefe de Departamento Municipal de Vigilância Epidemiológica e Imunização, Francisco Júnior de Oliveira Santos.


Calendário 2020


Para este ano, o calendário de vacinação contra gripe ficou assim definido: 24 de março: início da campanha de vacinação para pessoas com mais de 60 anos e trabalhadores da área da saúde. A partir do dia 16 de abril: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pacientes com doenças crônicas (hipertensão, diabetes e asma, entre outros). 


A partir do dia 9 de maio: crianças de 6 meses a menores de 6 anos incompletos, pessoas entre 55 e 60 anos incompletos, gestantes, puérperas, indígenas e pessoas privadas de liberdade começam a receber a vacina.


O Dia D acontecerá no 9 dia de maio - um sábado, quando os postos de saúde e vários outros pontos oferecerão o imunizante para todo o público-alvo, no Brasil inteiro.


Influenza


Influenza, comumente conhecida como gripe, é uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. É frequentemente caracterizada por início abrupto dos sintomas, que são predominantemente sistêmicos, incluindo febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, mialgia e anorexia, assim como sintomas respiratórios com tosse seca, dor de garganta e coriza. 


A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.


Com a realização da campanha, não há a pretensão de se conter a doença. O objetivo é promover a prevenção da influenza grave e de suas complicações, contribuindo na diminuição da mortalidade em indivíduos com maior risco de hospitalização e morte por influenza.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS