O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   28 de Março de 2020
Publicidade

Parceria na área de saúde beneficia municípios de Mato Grosso do Sul

Parceria foi firmada na abertura do Encontro Estadual de Vigilância em Saúde

17/02/2020 - 14h10

Campo Grande

Ao centro, Caravina cumprimenta o ministro Mandetta (Foto: Edson Ribeiro)

O presidente da Assomasul, prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina, participou na manhã desta segunda-feira (17), do ato de abertura do Encontro Estadual de Vigilância em Saúde, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, em Campo Grande, onde cumprimentou e conversou com o ministro Mandetta (Saúde) e com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende a respeito da situação dos municípios do Estado. 


Durante o ato, o governador Reinaldo Azambuja fez a entrega simbólica de 52 monitores multiparamétricos, 28 desfibriladores/cardioversores, caixas cirúrgicas e outros equipamentos de saúde para prefeitos de vários municípios do Estado.


A abertura do evento contou ainda com a participação do Secretário Nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, o deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB), o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, Antônio Vaz, o coordenador do método Wolbachia e pesquisador da Fiocruz, Luciano Moreira, presidente do Cosems (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul), Rogério Leite, além de secretários de estado, secretários municipais, prefeitos, prefeitas, vereadores e outras autoridades.


“Maior recurso disponibilizado pelo Ministério da Saúde em toda história de Mato Grosso do Sul. Por exemplo, vamos finalizar até o meio do ano o Hospital de Três Lagoas, até o final do ano o Hospital do Câncer aqui em Campo Grande, todos os andares prontos e todos os equipamentos disponibilizados. Isso só foi possível com o apoio do Mistério da Saúde”, destacou o governador, enfatizando o nome do ministro Mandetta.


O governador ressaltou que através dessa parceria todos os municípios serão beneficiados com equipamentos e investimentos para finalizar as obras nos polos regionais, além da estruturação da atenção especializada. E destacou ainda, o papel de cada profissional na saúde no combate as endemias.


“Os avanços que a medicina tem dado, aumentam a expectativa de vida dos brasileiros. Isso é um trabalho importante, mas o dia a dia da atenção primária é fundamental, sem esse trabalho nós não teremos no Brasil uma saúde melhor”.


Em seu pronunciamento o ministro da saúde, reforçou o compromisso de continuar avançando nas questões de saúde para o Estado. 


“Esse ano nos completamos mais de R$ 400 milhões de investimentos em Mato Grosso do Sul. No governo Reinaldo, pela primeira vez nós vamos sair daquela ótica de amulancioterapia. Com os polos fortalecidos, vamos ver se a gente deixa como legado para os outros poderem tocar”, declarou Mandetta. 


Durante o encontro foram assinados, o Acordo de Cooperação para implantação do Projeto Wolbachia, que estabelece a instalação da biofábrica na sede do LACEN (Laboratório Central) estadual, e o Termo de adesão do município de Campo Grande ao Projeto Estadual e-Visita Endemias, que vai distribuir 600 aparelhos celulares para o monitoramento dos criadouros de mosquitos na Capital.


O ENCONTRO


Por dois dias o Encontro Estadual de Vigilância em Saúde: Integração, Vigilância e Atenção Primária, reúne cerca de 2,2 mil agentes de endemias, profissionais da saúde que atuam nas salas de vacina, coordenadores de atenção primária e vigilância em saúde, técnicos de zoonoses e outros servidores dos 79 municípios, para debater ações de prevenção e manejo das arboviroses e demais doenças infecto-contagiosas, como Coronavírus, Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela, Tuberculose, Hanseníase, Sarampo, Influenza, Raiva, Leishmaniose, entre outros. 

Vários prefeitos participaram do evento (Foto: Edson Ribeiro)
Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Municípios
Colunistas
Ampla Visão
Coluna do Roberto
Raquel Anderson
Enquete
Você acha que a operação Lama Asfáltica vai acabar com algum político ou autoridade na cadeia?
Sim
Não
Não sei
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS