O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   19 de Setembro de 2021
Publicidade

Prévias do PSDB terão debates temáticos entre Eduardo Leite e João Dória

Governador do RS, Eduardo Leite, é um dos candidatos e passou por MS

11/09/2021 - 07h36

Campo Grande

Eduardo Leite (e) com Reinaldo e Walter Carneiro Jr. (Foto: Chico Ribeiro)

Willams Araújo


As prévias do PSDB terão debates temáticos entre os pré-candidatos do partido à Presidência da República, inclusive os mais cotados para a indicação, como os governadores do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e de São Paulo, João Dória.


O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio também ensaia entrar na disputa. O senador Tasso Jereissati (PSD-CE) ainda avalia se participará das prévias


O PSDB realizará cinco debates temáticos entre os tucanos que disputarão as prévias presidenciais. Os candidatos à indicação do partido se encontrarão em Belém, Recife, Campo Grande, Florianópolis e Rio de Janeiro para debater temas ligados a cada uma das regiões do país.


O ciclo de debates terá início em 18 de outubro. 


Em Belém, os tucanos apresentarão propostas sobre a Amazônia e o desenvolvimento sustentável. Em Recife, o tema será a desigualdade no Nordeste. Em Florianópolis, os candidatos falarão sobre crise fiscal e a retomada econômica. 


Em Campo Grande, a discussão será pautada por políticas sociais para combater a desigualdade. E, por fim, o Rio de Janeiro sediará um debate sobre democracia e crise institucional.


Com o cronograma, o PSDB espera projetar nacionalmente a imagem dos tucanos. As pesquisas mostram que Doria e Leite, os favoritos nas prévias, são menos conhecidos do que outros candidatos que disputarão a Presidência, como Lula, Jair Bolsonaro e Ciro Gomes.


O ciclo de debates também servirá para o partido iniciar a formatação de ideias e elaborar um plano de governo que será apresentado em 2022.


COLETIVA 


Eduardo Leite participou ontem de entrevista coletiva em Campo Grande, onde se encontrou com o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, e outras lideranças politicas regionais. 


Ele veio a Mato Grosso do Sul pedir votos aos correligionários para viabilizar sua candidatura a presidente.


“O PSDB nunca fez a oposição do quanto pior melhor, do obstáculo. O PSDB fará oposição para acentuar a demarcar limites à atuação do presidente”, afirmou.


Eduardo Leite também afirmou que não vê uma opção viável para a terceira via. “Até aqui, não percebi uma candidatura que tivesse essa condição o direito de ser a representante do centro democrático”, disse o governador do Rio Grande do Sul.


Sobre as prévias, ele disse que não se trata de um projeto pessoal.  “Venho para esse processo com humildade, se houver outra candidatura que melhor se apresente com a função de aglutinar, de unir os partidos e outros partidos em torno de si, tenho absoluta humildade em reconhecer isso”, afirmou.


Sanesul


Durante reunião no diretório regional do PSDB, Eduardo Leite conversou com o diretor-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), Walter Carneiro Júnior, com quem trocou impressões a respeito do sucesso da companhia que é uma das poucas que avançam no cumprimento de todas as exigências do Marco Legal de Saneamento no País.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Política
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS