O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   07 de Dezembro de 2021
Publicidade

Sanesul prevê um futuro muito promissor no saneamento básico’, diz diretor

Durante entrevista á Rádio CBN, o dirigente falou sobre o potencial de investimento da empresa e outros temas.

20/10/2021 - 13h13

Campo Grande

Walter Carneiro Jr durante entrevista à CBN (Foto: Acom)

O diretor-presidente da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), Walter Carneiro Júnior, disse nesta quarta-feira (20), durante entrevista à Rádio CBN, em Campo Grande, que a diretoria da concessionária prevê um futuro promissor na área de infraestrutura de saneamento básico.


Na entrevista, o dirigente falou, entre outros assuntos, sobre o potencial de investimento da empresa que recentemente voltou a ganhar destaque na mídia nacional por ser uma das melhores do país.


A Sanesul é concessionária dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário em 68 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.


A companhia, que pertence ao governo de Mato Grosso do Sul, está entre as 1000 melhores empresas brasileiras, segundo a revista IstoÉ Dinheiro e o Jornal Valor Econômico, pelo seu desempenho financeiro, gestão estratégica e capacidade em crescimento sustentável.


Ele colocou que o Conselho de Administração da empresa teve todo o cuidado de fazer um planejamento estratégico bem elaborado de suas ações, resultando assim nesse importante reconhecimento.


Walter Carneiro Júnior voltou a destacar na entrevista o fato de a Sanesul ter firmado, pela primeira vez na história do Estado, uma PPP (Parceria Público Privado) que irá investir R$ 1,3 bilhão visando o cumprimento na meta de universalização do esgotamento sanitário nos 68 municípios atendidos pela empresa.


“Temos a sensibilidade de antever todos os ajustes que tem que ser feito, e a nossa companhia acompanha essa evolução, seja ela de gestão, de legislação ou de mercado. A gente prevê um futuro muito promissor no saneamento básico. A disputa vai começar a acontecer de maneira muito forte agora no setor público e privado, mas não temos nenhuma preocupação, porque o que tem que prevalecer é a entrega para a população”, pontuou, fazendo menção ao fato de a Sanesul está enquadrada na legislação, obedecendo às exigências do Novo Marco Legal do Saneamento.


Segundo ele, uma empresa que faz a entrega, que desenvolve as suas ações no sentido de cumprir com suas obrigações, independente de ser pública ou privada, o importante é que quem está lá na ponta, ou seja, a família, tenha um serviço de qualidade, a área de cobertura de água tratada garantida, um produto, saudável e certificado.


O diretor-presidente da Sanesul falou ainda da dificuldade de recomposição dos mananciais por causa da falta de chuva no Estado, mas garantiu que a Sanesul está cumprindo seu compromisso em levar água tratada de qualidade para os moradores desses municípios mesmo diante da crise hídrica registrada este ano em todo país.


“É nosso dever enquanto concessionária trabalhar pela segurança hídrica desses municípios. Hoje, a pauta da crise hídrica que a gente escuta toda hora da mídia, é uma preocupação que os estados e os órgãos de regulação têm. Agora, que se inicia o período de chuvas a gente espera que isso comece a melhorar. Para se ter ideia, a nossa empresa perfurou 42 novos poços nos municípios identificados dentro de um plano de contingenciamento, são 14 municípios que a gente faz uma gestão operacional mais de perto pra garantir o abastecimento”, disse.


Walter Carneiro Júnior observou que o momento mais crítico este ano foi superado e que não houve nenhum problema de falta de abastecimento para os mais de 600 mil consumidores.


Sobre novos investimentos, o diretor afirmou que a empresa está dando continuidade a um planejamento de segurança hídrica para que possa avançar nos próximos anos sempre garantindo mais produção.


“A empresa está dando continuidade a um planejamento de segurança hídrica para que possa avançar nos próximos anos sempre garantindo mais produção, mais reservação para que o abastecimento não tenha nenhum tipo de intercorrência para os nossos usuários”, acrescentou.  


Pontou que a concessionária está dando sequencia ao projeto de expansão definitiva da rede de esgoto visando a meta de universalização do esgotamento sanitário, levando Mato Grosso do Sul a condição de primeiro estado a cumprir o que determina o Novo Marco Legal do Saneamento.


31ª Congresso da ABES


Ainda na entrevista, Walter Carneiro Júnior destacou a importância da realização da 31ª edição do Congresso da ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), do qual participou ontem em Curitiba (PR).


De acordo com ele, foi um evento muito importante em que se discutiu uma série de palestras e de painéis voltados à realidade do saneamento básico em face da nova legislação.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Geral
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS