O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   18 de Maio de 2024
Publicidade

Petróleo recua depois que Irã minimizou relato de ataque israelense ao país

Os futuros do petróleo Brent caíam 0,66 dólar, ou 0,76%, para 86,45 dólares o barril por volta de 9:25 (de Brasília)

19/04/2024 - 14h22

Internacional 

Com Reuters 

Bomba para extração de petróleo nos arredores de Almetyevsk, na República do Tartaristão, Rússia (Foto: Alexander Manzyuk/Arquivo/Reuters )

O petróleo caía nesta sexta-feira após uma alta anterior de preços de mais de 3 dólares, depois que o Irã minimizou os ataques israelenses em seu solo, em um sinal de que uma escalada de hostilidades no Oriente Médio poderia ser evitada.


Os futuros do petróleo Brent caíam 0,66 dólar, ou 0,76%, para 86,45 dólares o barril por volta de 9:25 (horário de Brasília). O contrato intermediário mais ativo do oeste do Texas nos Estados Unidos caía 0,67 dólar, ou 0,82%, para 81,43 dólares.


Explosões foram ouvidas na cidade iraniana de Isfahan nesta sexta-feira, no que fontes descreveram como um ataque israelense, mas Teerã minimizou o incidente e indicou que não tinha planos de retaliação em uma resposta que poderia aliviar as preocupações sobre a escalada para uma guerra em toda a região.


O Irã atacou Israel com drones e mísseis balísticos no sábado, em retaliação a um suposto ataque aéreo israelense em 1º de abril, que destruiu um prédio no complexo da embaixada do Irã em Damasco e matou vários altos oficiais iranianos.


“Embora o aumento inicial do petróleo possa ter realçado o receio inicial de uma nova escalada, vimos tanto as ações como o petróleo reverterem alguns desses movimentos preliminares”, disse Joshua Mahony, analista-chefe de mercado da Scope Markets.


“Os acontecimentos da semana passada parecem ter mais a ver com mostrar a sua vontade de agir do que realmente procurar incitar uma guerra… Para os mercados, este é o melhor cenário”.


Os investidores têm monitorado de perto a reação de Israel aos ataques de drones iranianos de 13 de abril e têm vindo a diminuir gradualmente o prêmio de risco do petróleo esta semana.


Os preços caíram mais de 4% desde segunda-feira e deverão sofrer a maior perda semanal desde o início de fevereiro.

Leia Também
Comente esta notícia
0 comentários
Mais em Economia
Colunistas
Ampla Visão
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online