O 1º site político de Mato Grosso do Sul   |   24 de Agosto de 2016
Publicidade
Publicidade
Últimas Notícias
Publicidade
Willams Araújo
Tiroteio

Mal a campanha eleitoral começou para que os ataques pessoais ganhassem força nas redes sociais. Vídeos, declarações e até mesmo os problemas familiares de cada um começam a pipocar por toda parte. Os mais visados, claro, são aqueles que despontam nas pesquisas com reais chances de chegar ao segundo turno ou até mesmo de vencer o pleito. Daqui até o dia das eleições vai ser normal o eleitor viver sob esse fogo cruzado de difamações. A ele cabe ouvir e averiguar se há verdades. 

Titânica

Pela quantidade de candidatos à prefeitura de Campo Grande – 15 no total – e também pelas pesquisas divulgadas até aqui fica evidenciado que a disputa vai mesmo para o segundo turno. O difícil, neste momento, é saber quem vai com quem na luta pela vitória final dessa disputa. Enquanto Alcides Bernal (PP) tenta, sozinho, se manter no poder, outros 14 postulantes à vaga tentam tirá-lo do Paço Municipal. E olha que tem candidato recheado de apoio e de disposição para chegar lá.

Interesses

Depois que os proprietários de carros começaram a gostar da diminuição do preço da gasolina e lá vem o MPE tentar jogar uma ducha de água fria na cabeça do pessoal. Sob o argumento de que os postos de combustíveis estariam praticando o dumping, ou seja, vendendo o produto com preços similares, o órgão disse que vai abrir investigação para saber se é mesmo isso o efeito no valor praticado pelos comerciantes. Será que se fosse valor maior o caso teria a mesma repercussão?

Arrasada

Reportagem da Revista Veja, intitulada “Terra arrasada, Campo Grande tem 15 candidatos a prefeito”, mostra a imagem que os escândalos provocaram na cidade de uns anos pra cá, destacando a pulverização de candidaturas que, aliás, é recorde desde a sua criação. O texto assinala que a cidade passou nos últimos quatro anos em um cenário de caos político-administrativo e com finanças à míngua, culminando com o desgaste de ter o primeiro prefeito cassado da história – Alcides Bernal (PP).

Pepino

Os valores das multas por infrações de trânsito vão subir. A partir de 1º de novembro, a infração gravíssima, que antes tinha multa no valor de R$ 191,54, passará a custar R$ 293,47. Já as multas consideradas graves serão ajustadas para R$ 195,23. Anteriormente, o valor desta penalidade era de R$ 127,69. Para infração média, o valor passa de R$ 85,13 para R$ 130,16. Já as infrações leves, que custavam R$ 53,20, passam a totalizar R$ 88,38.

Curta no Facebook
Copyright © 2004 - 2015
Todos os direitos reservados
Conjuntura Online
Rua São Remo, 390
Jardim Vilas Boas, Campo Grande / MS